Tribunal alemão decide que partida de "gol fantasma" não será repetida

segunda-feira, 28 de outubro de 2013 14:03 BRST
 

BERLIM, 28 Out (Reuters) - A vitória do Bayer Leverkusen por 2 x 1 sobre o Hoffenheim na semana passada, conquistada graças a um gol fantasma em que a bola entrou por um furo na rede, não será disputada outra vez, decidiu o tribunal desportivo da Alemanha nesta segunda-feira.

Em uma decisão que o próprio tribunal admitiu que não é satisfatória para os torcedores, o recurso do Hoffenheim foi rejeitado porque não houve qualquer violação das regras por parte do juiz.

O atacante do Leverkusen Stefan Kiessling marcou um gol de cabeça aos 25 minutos da etapa final, num lance em que a bola passou por fora da trave mas entrou por um furo na rede.

O árbitro Felix Brych validou o gol após consultar os assistentes, dando ao Leverkusen vantagem de 2 x 0 naquele momento. O lance causou revolta e reforçou as cobranças pela implantação da tecnologia da linha do gol na Alemanha.

"A decisão pode ser insatisfatória de um ponto de vista esportivo, mas está de acordo com as regras e as leis", disse o juiz Hans Lorenz, que preside o tribunal esportivo da Associação Alemã de Futebol, em seu veredicto.

(Reportagem de Karolos Grohmann)

 
Atacante do Bayer Leverkussen Stefan Kiessling ao chegar para audiência em um tribunal desportivo alemão, em Frankfurt. A vitória do Bayer Leverkusen por 2 x 1 sobre o Hoffenheim na semana passada, conquistada graças a um gol fantasma em que a bola entrou por um furo na rede, não será disputada outra vez, decidiu o tribunal desportivo da Alemanha nesta segunda-feira. 28/10/2013. REUTERS/Kai Pfaffenbach