Diego Costa rejeita convocação do Brasil e decide defender Espanha

terça-feira, 29 de outubro de 2013 15:12 BRST
 

MADRI, 29 Out (Reuters) - O atacante do Atlético de Madri Diego Costa, nascido no Brasil e que tem cidadania espanhola0, assinou uma carta confirmando a intenção de defender a seleção da Espanha, apesar de ter sido convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para os próximos amistosos da seleção brasileira.

"O jogador comunica na carta enviada a Júlio César Avellada, secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), seu desejo de ficar à disposição da seleção nacional espanhola", disse a federação espanhola de futebol (RFEF) em seu site na Internet nesta terça-feira.

"Diego Costa estará disponível para jogar pela Espanha... se o técnico (Vicente del Bosque) considerar oportuno."

Costa, que tem dupla cidadania brasileira e espanhola, é um dos destaques do início de temporada na Europa, liderando a lista de artilheiro do Campeonato Espanhol com 11 gols em 10 partidas.

O jogador, que disputou dois amistosos pela seleção brasileira em março, foi convocado novamente pelo técnico Luiz Felipe Scolari para os amistosos do próximo mês contra Honduras e Chile, mas decidiu abrir mão de jogar pelo Brasil.

Diego Costa, de 25 anos, terá a primeira oportunidade de jogar pela Espanha em 19 de novembro, quando os atuais campeões mundiais e da Europa enfrentarão a África do Sul, em Johanesburgo, no estádio Soccer City -- mesmo palco do título mundial conquistado em 2010.

(Reportagem de Iain Rogers)