Putin aprova leis anti-terrorismo mais rígidas antes de Olimpíadas De Inverno

domingo, 3 de novembro de 2013 15:25 BRST
 

MOSCOU, 3 Nov (Reuters) - O presidente Vladimir Putin sancionou leis anti-terrorismo mais rígidas antes das Olimpíadas de Inverno de 2014, que podem obrigar parentes a pagar quaisquer danos causados por militantes que estão travando uma campnaha separatista no sul da Rússia.

Os jogos de fevereiro ocorrerão em torno do resort de Sochi, no Mar do Norte, algumas centenas de quilômetros da região montanhosa do norte do Cáucaso, onde rebeldes lutam para firmar um governo islâmico.

Moscou tem atacado a insurgência islamista no Daguestão, o epicentro da violência no Norte do Cáucaso. Mas um ataque suicida em 21 de outubro --que ocorreu fora da região mas foi atribuíto a uma mulher do Daguestão-- destacou a ameaça à segurança.

A nova lei, que Putin sancionou em 2 de novembro, de acordo com documentos publicados neste domingo no website legal das autoridades russas, inclui prisão de até 10 anos por passar por treinamento "com objetivo de dar cabo de atividade terrorista".

(Reportagem de Gabriela Baczynska)

 
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, participa de reunião com o presidente da Sérvia, Tomislav Nikolic, no Kremlin, Moscou. 30/10/2013 REUTERS/Michael Klimentyev/RIA Novosti/Kremlin/Divulgação