Sérvia e República Tcheca empatam em 1 x 1 na final da Copa Davis

sexta-feira, 15 de novembro de 2013 21:25 BRST
 

BELGRADO, 15 Nov (Reuters) - Novak Djokovic fez 1 x 0 para a Sérvia, mas Tomas Berdych empatou em seguida para a República Tcheca. O primeiro dia da final da Copa Davis teve o resultado esperado nesta sexta-feira em Belgrado.

Segundo melhor tenista do mundo, Djokovic derrotou Radek Stepanek no primeiro jogo da final por três sets a zero (7-5, 6-1 e 6-4). Em frente ao mesmo público de 17 mil pessoas, Berdych deu o troco e venceu Dusan Lajovic também em três sets (6-3, 6-4 e 6-3).

Lajovic, substituiu o machucado Janko Tipsarevic, mostrou resistência, mas o número 117 do mundo não teve como superar Berdych.

A partida de duplas deste sábado, em que tanto Berdych quanto Djokovic devem disputar, se mostra crucial para o resultado da série.

"Ainda não tenho certeza se vou jogar as duplas, porque temos que nos preocupar com as partidas de simples de domingo", afirmou Djokovic, depois de derrotar Stepanek.

"Se for selecionado, vou ignorar o meu cansaço porque jogar em casa com a quadra lotada tira o melhor de mim", disse. "Não sou especialista em duplas, mas não é que eu nunca joguei duplas na vida e também não seria a primeira vez em que eu jogaria três vezes numa Davis."

Djokovic, que venceu na segunda-feira o ATP World Tour Finals, derrotando na final o melhor do mundo, Rafael Nadal, teve que trabalhar duro para vencer o primeiro set contra Stepanek nesta sexta-feira. Ele venceu os outros dois sets com mais facilidade.

A Sérvia busca repetir o triunfo de 2010, quando venceu a França na final da Davis.

"O primeiro set foi crucial. Depois de alguns momentos ruins, eu saquei bem em momentos importantes", disse o sérvio à imprensa sobre o jogo desta sexta-feira. "Depois, eu senti que controlei a partida."

Na segunda partida, Lajovic levantou a plateia com alguns momentos de inspiração contra Berdych, mas foram os torcedores tchecos que vieram até Belgrado e celebraram no final a vitória do sétimo melhor do mundo.

"Foi um jogo duro contra um tenista que eu nunca vi jogando antes, especialmente porque todos esperavam a minha vitória. Ele não tinha nada a perder", disse Berdych.