November 16, 2013 / 8:13 PM / 4 years ago

Catar revela design de estádio da Copa em meio a controvérsia sobre clima

3 Min, DE LEITURA

DOHA, 16 Nov (Reuters) - O Catar revelou o desenho do primeiro estádio para a Copa de 2022, inspirado nos "dhows", tradicionais barcos de pesca do país, em meio à polêmica a respeito do horário dos jogos que vem preocupando a Fifa.

A entidade máxima do futebol mundial lançou uma consulta para decidir se o torneio, tradicionalmente realizado nos meses de junho e julho, quando as temperaturas no país do Oriente Médio podem chegar a 50 graus Celsius, deverá ou não mudar para os meses de novembro dezembro, quando o clime é mais ameno.

Até por conta disso, o projeto do primeiro estádio, divulgado pelo Comitê da Copa no Catar, que estará situado na região de Al-Wakrah, a 15 km da capital Doha, prevê arquibancadas cobertas com um sistema de refrigeração que deve baixar a temperatura para entre 24 e 28 graus, e para 26 graus no ambiente do gramado.

O design, cujo grande diferencial é a cobertura remetendo às velas dos barcos de pesca, também prevê uma área externa para os torcedores com temperatura controlada (entre 30º e 32º).

O projeto não especifica como funcionaria o sistema de refrigeração, e limita-se a dizer que ele incorpora "técnicas de sombreamento, aerodinâmica e refrigeração mecânica".

A polêmica envolvendo o calor nesta época do ao tem sido uma das grandes controvérsias desde que o Catar foi anunciado como país-sede da Copa de 2022, em dezembro de 2010.

O sindicato dos jogadores, FIFPro, já se posicionou afirmado que vai orientar seus membros a não entrarem em campo caso a Copa seja mantida no meio do ano, mesmo com o sistema de refrigeração instalado.

O Catar também já enfrentou denúncias de que seus trabalhadores, a maior parte imigrantes, não contava com condições básicas de higiene e alimentação nos canteiros de obras, assim como acusações de corrupção no processo de escolha do país-sede pela Fifa. As autoridades do Catar negam as duas denúncias.

"Al-Wakrah é o primeiro dos seis estádios já em estágio final de desenvolvimento do projeto. Nosso comitê já submeteu o projeto a grandes nomes do mercado de design e operação de estádios e está tudo ok", disse Hassan al-Thawadi, o secretário-geral do Comitê de 2022.

Segundo ele, o estádio, com capacidade para 40 mil pessoas, estará pronto em 2018, mas ele se recusou a falar em custos.

De um modo geral, o pequeno país rico em gás planeja gastar cerca de 140 bilhões de dólares em um novo sistema sobre trilhos, e em novos aeroportos, portos e centenas de quilômetros de novas estradas para o torneio, sem falar nos estádios que receberão as partidas.

Perguntado sobre como o comitê pretende limitar ou diminuir o risco de denúncias relativas à condição precária dos trabalhadores, al-Thawadi afirmou que o comitê vem se dedicando a vistoriar os canteiros e se assegurar de que os direitos trabalhistas e humanos estão sendo cumpridos e respeitados.

"Será absolutamente inaceitável se tivermos algum trabalhador morrendo em função das obras", disse.

Por Amena Bakr

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below