Alonso minimiza chances de vitória no GP Brasil

sábado, 23 de novembro de 2013 18:02 BRST
 

Por Camila Moreira e Tatiana Ramil

SÃO PAULO, 23 Nov (Reuters) - O espanhol Fernando Alonso comemorou discretamente a terceira posição no grid de largada em Interlagos, conquistada debaixo de muita chuva neste sábado, e admitiu que as chances de vitória no Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 são muito pequenas.

"Estou feliz por finalmente estar na frente, porque largamos entre sétimo e décimo nos últimos cinco ou seis grandes prêmios, o que não é ideal. Então estar entre os três primeiros é bom, mas não estou totalmente feliz com minha volta", disse ele a jornalistas.

Embora seu companheiro de Ferrari, Felipe Massa, não tenha gostado de seu nono lugar, Alonso considerou boa a performance da Ferrari.

"Espero que amanhã ambas as Ferraris possam marcar bons pontos", afirmou o espanhol, que largará atrás do pole position Sebastian Vettel, da Red Bull, e de Nico Rosberg, da Mercedes.

A prova de domingo tem uma importância menor, uma vez que o título de pilotos já está nas mãos de Vettel e o de construtores, com sua equipe Red Bull.

Entretanto, Mercedes, Ferrari e Lotus ainda competem pelo segundo lugar, numa disputa que envolve distribuição de dinheiro entre as equipes.

O GP Brasil será a última prova de Massa pela Ferrari, equipe pela qual disputou oito temporadas e conquistou o vice-campeonato em 2008, seu melhor resultado. Mas onde também recebeu a ordem para que desse passagem a Alonso quando liderava a corrida em Hockenheim em 2010, episódio que lhe deixou uma lembrança amarga.

Alonso afirmou que para a corrida prefere condições mistas na pista, variando entre seca e molhada, e apostou que será isso que vai acontecer. A previsão para domingo é de quase 50 por cento de chuva.

"Temos que pensar na vitória porque somos competidores, mas também precisamos ser realistas. Amanhã talvez haja uma pequena chance, mas muito pequena", disse.