November 24, 2013 / 8:53 PM / 4 years ago

Seleção brasileira lança nova camisa para Copa do Mundo

3 Min, DE LEITURA

Luiz Gustavo apresenta a nova camisa da seleção brasileira, que será utilizada na Copa do Mundo de 2014, em evento no Rio de Janeiro. 24/11/2013Ricardo Moraes

Por Andrew Downie

RIO DE JANEIRO, 24 Nov (Reuters) - A seleção brasileira lançou neste domingo o uniforme que vai utilizar na Copa do Mundo de 2014 e o técnico Luiz Felipe Scolari deu um recado aos adversários da equipe: queremos colocar uma sexta estrela na camisa.

O volante Luiz Gustavo, do Wolfsburg, desfilou a nova camisa amarela do Brasil, que em 2013 sagrou-se campeão da Copa das Confederações jogando em casa.

"A camisa é muito bonita. A única coisa que falta é a sexta estrela", disse Felipão no evento de lançamento do uniforme, em Copacabana. "E nós queremos colocar lá depois da Copa."

O lançamento da camisa do Brasil representa um passo importante para a fornecedora Nike na disputa com a rival Adidas pelo mercado mundial de uniformes esportivos.

A camisa da seleção brasileira é a número 1 em vendas da Nike em todo o mundo entre as seleções, e a empresa arrecada 1 bilhão de dólares em negócios no mercado brasileiro, de acordo com vice-presidente de comunicação da Nike, Charlie Brooks.

A expectativa da Nike é que o Brasil se torne o terceiro maior mercado do mundo em 2017, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Nike e Adidas, as duas líderes mundiais em material esportivo, vêm batalhando pela supremacia no mercado de uniformes de futebol, que movimenta 5 bilhões de euros ao ano.

As rivais travam disputa acirrada, ainda que a empresa norte-americana seja muito mais jovem e tenha entrado no mercado há aproximadamente 20 anos.

Os alemães da Adidas recentemente anunciaram a renovação do contrato de patrocínio com a Fifa até 2030, dando continuidade a uma parceria que é realizada desde 1970. O acordo permite à Adidas criar as bolas da Copa do Mundo, fornecer os uniformes dos árbitros e voluntários e anunciar a marca nos estádios do Mundial.

A Nike é parceira da Confederação Brasileira de Futebol desde 1997, além de patrocinar Neymar, o maior astro do futebol brasileiro na atualidade.

A companhia norte-americana já saiu na frente com a definição das 32 seleções da Copa, uma vez que fornece material esportivos para 10 delas. A Adidas e a também alemã Puma estão com oito seleções cada.

A Adidas pode se orgulhar, no entanto, de ser patrocinadora das quatro seleções atualmente líderes do ranking da Fifa: Espanha, Alemanha, Argentina e Colômbia.

Reportagem adicional de Keith Weir, em Londres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below