Alonso saboreia pódio e admite que poderia ter ajudado Massa

domingo, 24 de novembro de 2013 19:04 BRST
 

Por Camila Moreira e Tatiana Ramil

SÃO PAULO, 24 Nov (Reuters) - O terceiro lugar no Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 teve um sabor mais doce para Fernando Alonso, uma vez que interrompeu neste domingo uma série de cinco corridas sem subir ao pódio e garantiu ao espanhol um fim de temporada com um bom resultado.

"Sabíamos que seria difícil chegar ao pódio, mas conseguimos bater as Mercedes e terminei a temporada saboreando estar lá em cima e a champanhe", disse o espanhol após a corrida. "Terminar a temporada em alta é sempre melhor."

Alonso largou em terceiro, chegou a ser ultrapassado logo no início por Mark Webber, mas, com uma corrida limpa, garantiu ao final seu lugar no pódio, para onde voltou pela primeira vez desde que terminou em segundo o GP de Cingapura, em setembro. Assim, ele encerra o campeonato em segundo lugar, com 242 pontos, ante 397 pontos do tetracampeão Sebastian Vettel, da Red Bull.

Alonso admitiu que poderia ajudar seu companheiro na Ferrari, Felipe Massa, a se despedir da equipe italiana com um pódio na frente de sua torcida. Massa disputará a temporada de 2014 pela Williams, e sua prova em Interlagos foi prejudicada por uma punição por ter passado sobre a linha branca na entrada dos boxes.

"Queríamos ter ajudado o Felipe de qualquer maneira para tentar comemorar com um pódio com Felipe ou algo assim, mas infelizmente ele recebeu um ´drive through´", disse.

"Quando vi que ele estava em quarto, pensei que seria uma boa comemoração para ele. Ele foi um ótimo companheiro de equipe -- dentro do circuito com muita habilidade, mas também como pessoa. Construímos uma relação amigável nos últimos quatro anos."

O espanhol terá agora como companheiro de equipe Kimi Raikkonen, que volta à equipe com a qual foi campeão em 2007, e se prepara para uma temporada de novidades nas regras e a mudança dos motores V8 para V6 turbo.

"Estou otimista para o próximo ano, acredito na equipe e na preparação da Ferrari", afirmou.