November 27, 2013 / 5:43 PM / 4 years ago

Queda de guindaste em arena de SP não deve ameaçar abertura da Copa, diz COL

2 Min, DE LEITURA

Homem tira foto de acidente no estádio do Corinthians, que está em construção na zona leste de São Paulo. Um guindaste caiu nesta quarta-feira sobre parte da estrutura do estádio que vai abrir a Copa do Mundo de 2014, deixando dois mortos e provocando preocupação sobre possível atraso nas obras para o torneio de junho. 27/11/2013Nacho Doce

RIO DE JANEIRO, 27 Nov (Reuters) - O estádio do Corinthians não deve perder a partida de abertura da Copa do Mundo por causa do acidente desta quarta-feira, em que um guindaste caiu sobre a estrutura da arena em construção, deixando dois mortos, afirmou o CEO do Comitê Organizador da Copa (COL), Ricardo Trade.

"Não tem nada a ver uma coisa com a outra. É impossível fazer qualquer previsão neste momento de que isso (acidente) vai atrasar alguma coisa. De qualquer maneira, a gente não pode pensar que se atrasar três meses, o estádio vai estar fora da Copa do Mundo", disse Trade à Reuters por telefone, quando perguntado se o acidente colocava em risco a realização do jogo de abertura do Mundial no estádio.

A arena que está sendo construída pelo Corinthians na zona leste de São Paulo está prevista para receber a partida de abertura da Copa do Mundo, em 12 de junho, além de outros três jogos da fase de grupos, uma partida das oitavas de final e uma das semifinais do torneio.

De acordo com o site do estádio, 94 por cento das obras estão concluídas.

Segundo Trade, o Corinthians e a construtora Odebrecht, responsável pela obra, terão de decidir se será necessário paralisar a construção em consequência do acidente. Ainda que isso aconteça, o CEO do COL afirmou que há tempo suficiente para a conclusão da arena a tempo para o Mundial.

A Fifa estabeleceu dezembro de 2013 como prazo final para a conclusão das seis arenas que estão em obras para a Copa do Mundo. O prazo foi determinado de forma a permitir a realização de eventos-teste em todas as arenas antes do Mundial.

O atraso na conclusão de estádios usados em junho deste ano na Copa das Confederações, que deveriam ter ficado prontos em dezembro de 2012, impossibilitou a realização de alguns eventos-teste que estavam previstos.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below