Schumacher se diz feliz por não competir com Vettel

sexta-feira, 29 de novembro de 2013 16:11 BRST
 

29 Nov (Reuters) - O heptacampeão mundial Michael Schumacher elogiou Sebastian Vettel, que bateu recordes na Fórmula 1 nesta temporada, e disse nesta sexta-feira que o abismo entre seu compatriota alemão e o companheiro de equipe dele na Red Bull, Mark Webber, foi "chocante".

Vettel terminou o ano como o primeiro piloto a vencer nove corridas consecutivas em uma única temporada. Seu total de 13 vitórias igualou o recorde alcançado em 2004 por Schumacher com a Ferrari.

"Ele ganhou 13 corridas neste ano; Mark Webber, nenhuma. Isso é muito chocante", disse Schumacher em comentário divulgado pela equipe Mercedes no YouTube nesta sexta-feira.

"Estou feliz por não ser companheiro de equipe dele (Vettel)", completou.

Webber deixou a Fórmula 1 no final da temporada para defender a Porsche em corridas de enduro, sendo substituído por seu compatriota australiano Daniel Ricciardo na escuderia.

Schumacher disse que estava contente por Vettel, o mais jovem tetracampeão da F1, aos 26 anos.

"Se alguém pode quebrar todos esses recordes, eu prefiro que seja ele", afirmou o alemão, que se aposentou no final da temporada passada, depois de três anos com a Mercedes.

A Mercedes terminou a última temporada como vice-campeã de construtores, atrás da Red Bull, uma grande melhora em relação ao quinto lugar em 2012. A equipe conta com a dupla de pilotos Nico Rosberg, da Alemanha, e Lewis Hamilton, da Grã-Bretanha.

Schumacher, que tem boa amizade com Vettel, disse que não se arrepende de sua segunda aposentadoria.

(Reportagem de Alan Baldwin)