Farc convocam Maradona para "partida pela paz"

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 19:41 BRST
 

HAVANA, 2 Dez (Reuters) - Guerrilheiros das Farc convidaram nesta segunda-feira o ex-astro argentino Diego Maradona para vestir sua camisa em uma partida de futebol pelo diálogo de paz na Colômbia.

A ideia, criada pelo ex-meia colombiano Carlos Valderrama, é buscar apoio internacional para as conversações que acontecem há mais de um ano em Cuba entre o governo de Juan Manuel Santos e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O jogo teria os rebeldes e uma equipe de jogadores aposentados na ilha caribenha.

"Estamos nos preparando fisicamente, atleticamente", disse a jornalistas Iván Márquez, chefe da equipe negociadora das Farc. "Estamos treinando para jogar essa partida crucial aqui em Havana."

O guerrilheiro, que no fim de semana apareceu em uma foto junto a outros combatentes das Farc vestindo camisetas de futebol com uma bola debaixo do braço, enviou "um SOS" a Maradona.

"Que nos acompanhe, que venha jogar conosco para que tentemos por fim alcançar uma paz que nos foge durante décadas", disse.

A partida pretende dar visibilidade ao diálogo de paz, que conseguiu acordos sobre o acesso a terras por camponeses que perderam seus locais devido à violência e a futura participação dos guerrilheiros na política.

Mas a ideia foi recebida com pouco entusiasmo pelo governo em Bogotá, que vê o duelo futebolístico como uma distração nas negociações para acabar com um conflito de quase meio século que deixou mais de 200.000 mortes.

(Reportagem de Rosa Tania Valdés)