3 de Dezembro de 2013 / às 20:49 / 4 anos atrás

SAIBA MAIS-Conheça a seleção da Colômbia na Copa

Time do Chile posa antes de partida contra o Equador nas eliminatórias pela Copa-2014 contra o Equador em Santiago 15/10/2013. REUTERS/Ivan Alvarado

BOGOTÁ, 3 Dez (Reuters) - Veja abaixo informações sobre a seleção da Colômbia, uma das participantes do sorteio das chaves da Copa do Mundo de 2014, marcado para sexta-feira na Costa do Sauípe.

Desempenho e prognósticos:

A Colômbia volta à disputa da Copa do Mundo após uma ausência de 16 anos, depois de ficar com o segundo lugar na eliminatória sul-americana, atrás somente da Argentina.

O time sob o comando de José Pekerman mostrou grande poder no ataque --cortesia de Radamel Falcao, Teófilo Gutiérrez e Dorlan Pabón--, assim como solidez na defesa, e encerrou uma espera angustiante.

A seleção colombiana terminou a eliminatória de 16 partidas com a melhor defesa, tendo sofrido somente 13 gols, e capitaneada pelo veterano Mario Yepes e por Luis Amaranto Perea, com David Ospina embaixo das traves.

Após um início titubeante, Pekerman assumiu o time e venceu cinco das seis partidas seguintes, tomando o rumo da classificação para a Copa de 2014.

A equipe exibiu a tradicional posse de bola do futebol colombiano com uma abordagem tática renovada.

Meio-campista do Mônaco, James Rodríguez se mostrou um componente vital do plano de jogo da Colômbia, com grande visão tática em suas habilidades ofensivas.

A Colômbia será cabeça de chave no sorteio. O time irá tentar passar das oitavas de final, seu melhor desempenho em uma Copa do Mundo em 1990.

Técnico: José Pekerman

O argentino de 64 anos assumiu em janeiro de 2012, sucedendo Leonel Álvarez, quando a Colômbia estava em situação precária na etapa classificatória depois de obter parcos quatro pontos em seus três primeiros jogos.

Sua chegada desencadeou uma reviravolta, e Pekerman desenvolveu um time forte e confiante que mostrou um novo estilo de jogo, erguido em torno de sua força no ataque.

Ele não fez grandes mudanças e extraiu o melhor de seus jogadores.

Uma alteração marcante foi a fé que ele depositou em Falcao, que não era constante na escalação principal sob Álvarez e foi criticado por não ser tão bem sucedido na seleção quanto era no Atlético de Madri, seu clube na ocasião.

Depois que ele garantiu a classificação, o presidente do país, Juan Manuel Santos ofereceu a nacionalidade colombiana a Pekerman, uma indicação de seu status e popularidade no país.

Jogador-chave: Radamel Falcao

Desde que saiu do River Plate e assinou com o Porto em 2009, Radamel Falcao Garcia se transformou em um dos meia-atacantes mais temidos do mundo.

O “Tigre” Falcao conquistou vários títulos locais e três internacionais, com o Porto e o Atlético de Madri, e foi o artilheiro da Liga Europa por dois anos consecutivos (2011 e 2012).

O jogador de 27 anos marcou nove gols em 13 jogos nas eliminatórias sul-americanas.

Histórico em Copas: 4 participações (1962, 1990, 1994 e 1998)

Melhor campanha: Oitavas de final em 1990

Por Javier Leira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below