Itália pede parada em jogos da Copa para hidratação de jogadores

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013 11:04 BRST
 

ROMA, 4 Dez (Reuters) - O técnico da seleção italiana, Cesare Prandelli, pediu que partidas da Copa do Mundo de 2014 no Brasil sejam interrompidas para a hidratação de jogadores, como forma de reduzir os impactos do calor e da umidade nas cidades-sede do Nordeste.

"Você não pode nem dar água aos jogadores porque a Fifa quer que as garrafas fiquem perto das traves, o que só pode ser usado quando acontecem escanteios", disse o treinador a jornalistas estrangeiros em Roma.

"Você corre risco de uma situação em que os times vão chutar a bola para escanteio só para beber alguma coisa", disse. "Parece brincadeira, mas é sério. Vamos fazer esse pedido."

A Fifa rejeitou pedidos para reconsiderar o horário de partidas marcadas para o início da tarde em algumas cidades-sedes do Nordeste. No entanto, ainda há preocupação com o calor nos jogos que serão disputados em Fortaleza, Natal, Salvador e Recife, com temperaturas possivelmente acima de 30º Celsius.

(Reportagem de Eleanor Biles)

 
Técnico da seleção italiana de futebol, Cesare Prandelli, durante amistoso contra a Nigéria no estádio Craven Cottage, em Londres. Prandelli pediu que partidas da Copa do Mundo de 2014 no Brasil sejam interrompidas para a hidratação de jogadores, como forma de reduzir os impactos do calor e da umidade nas cidades-sede do Nordeste. 18/11/2013. REUTERS/Stefan Wermuth