Estádios estarão prontos com "folga" para testes apesar de atraso, diz Aldo

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013 12:11 BRST
 

COSTA DO SAUÍPE, 4 Dez (Reuters) - Os estádios em construção para a Copa do Mundo ficarão prontos com tempo suficiente para serem testados antes do Mundial, apesar do adiamento do prazo de conclusão das obras de dezembro deste ano para o início de 2014, afirmou o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, nesta quarta-feira.

O governo federal e a Fifa anunciaram na terça-feira que as arenas de São Paulo, Curitiba e Cuiabá não vão ficar prontas dentro do cronograma inicial estabelecido pela entidade que controla o futebol mundial, assim como aconteceu com quatro dos seis estádios utilizados na Copa das Confederações deste ano.

Com o adiamento, o estádio paulista, onde ocorreu um acidente na semana passada em que dois operários morreram, e a arena de Curitiba têm previsão de entrega para fevereiro. A Arena Pantanal, no Mato Grasso, não teve prazo divulgado.

"Esses estádios serão entregues com relativa folga para que os eventos-teste da Copa do Mundo aconteçam", afirmou o ministro em entrevista coletiva na Costa do Sauípe (BA), onde acontece na sexta-feira o sorteio dos grupos do Mundial.

Segundo o ministro, mesmo os três estádios que ficarão prontos dentro do prazo (Porto Alegre, Natal e Manaus) serão inaugurados apenas em janeiro, a pedido do governo federal, devido à agenda da presidente Dilma Rousseff, que tem participação prevista em todas as cerimônias de inauguração.

O atraso na conclusão das obras de arenas também aconteceu com os estádios da Copa das Confederações, torneio realizado em junho deste ano como forma de ensaio para o Mundial. Dos seis locais construídos ou reformados para a competição, apenas dois (Fortaleza e Belo Horizonte) ficaram prontos em dezembro de 2012.

Os outros quatro estádios (Brasília, Recife, Rio de Janeiro e Salvador) só foram concluídos no início deste ano, o que impediu a realização de alguns eventos-teste previstos inicialmente pelos organizadores. No caso de Brasília, o gramado apresentou problemas por ter sido plantado somente às vésperas da competição.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)

 
Ronaldo, Jerome Valcke, José Maria Marin e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, participam de uma coletiva de imprensa no Rio de Janeiro. Os estádios em construção para a Copa do Mundo ficarão prontos com tempo suficiente para serem testados antes do Mundial, apesar do adiamento do prazo de conclusão das obras de dezembro deste ano para o início de 2014, afirmou o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, nesta quarta-feira. 22/08/2013 REUTERS/Ricardo Moraes