Blatter pede calma sobre problemas na Copa do Catar-2022

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013 18:13 BRST
 

Por Mike Collett

COSTA DO SAUÍPE, 5 Dez (Reuters) - A Fifa está trabalhando para melhorar os direitos dos trabalhadores no Catar, mas todo mundo precisa se "acalmar" sobre os problemas em torno da Copa do Mundo de 2022, disse o presidente da entidade que controla o futebol mundial, Joseph Blatter, nesta quinta-feira.

A decisão sobre se o torneio será transferido do verão para o inverno foi adiada pela Fifa até depois da Copa do Mundo do ano que vem no Brasil.

Supostas violações dos direitos de trabalhadores migrantes empregados em projetos da Copa do Mundo tomaram as manchetes este ano, e um porta-voz da Confederação Sindical Internacional disse nesta semana que as condições ainda não tinha melhorado.

Blatter disse que a Fifa não poderia se isentar de suas responsabilidades em relação aos problemas do Estado do Golfo, mas que era hora de ter a cabeça fria para lidar com a situação.

Ele afirmou a centenas de jornalistas na Costa do Sauípe, onde será realizado o sorteio dos grupos do Mundial de 2014, que se encontrou com o primeiro-ministro e Emir do Catar, assim como a indústria do trabalho.

"Nós estamos observando o bem-estar dos trabalhadores no Catar", disse.

"Nós da Fifa temos nossas responsabilidades e há outros no Catar com as suas responsabilidades. Nos reunimos com a Confederação Sindical Internacional e a OIT (Organização Internacional do Trabalho) e agora é o momento para se acalmar."

"Mas vamos além e estamos trabalhando muito duro sobre esta situação... Estou certo de que no final das contas o futebol será o vencedor, porque poderemos mostrar ao mundo que é possível criar boas condições de trabalho. Se há uma vontade, há um caminho. Vou encontrar uma solução."