Sedes com problemas em estádios, Curitiba e Cuiabá receberão jogos sem tradição

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 17:34 BRST
 

SÃO PAULO, 6 Dez (Reuters) - Duas sedes que têm enfrentado dificuldades para cumprir o cronograma para a entrega de seus estádios para a Copa do Mundo de 2014, Curitiba e Cuiabá receberão alguns dos jogos menos empolgantes da primeira fase do Mundial do ano que vem.

Cuiabá e sua Arena Pantanal, apontada como um dos possíveis elefantes brancos do pós-Copa, estrearão no Mundial no dia 13 junho, o segundo da Copa, com a partida entre Chile e Austrália.

Já a capital paranaense, que receberá partidas na Arena da Baixada, estádio do Atlético Paranaense, terá seu primeiro jogo no Mundial no dia 16 de junho entre o Irã, equipe que nunca passou da primeira fase de um Mundial, e a Nigéria, que tem alguns atletas conhecidos, mas nunca foi além das oitavas.

A Arena Pantanal e a Arena da Baixada tiveram suas datas de inauguração adiadas nesta semana pela Fifa, por conta de atrasos nas obras. Os dois estádios receberão quatro jogos cada neste Mundial.

O governo do Mato Grosso, responsável pela construção da Arena Pantanal, pode estar agora considerando se valeu a pena o investimento de 570 milhões de reais para a construção do estádio de 44 mil lugares agora que sabe que receberá, além de chilenos e australianos, as partidas Rússia x Coreia do Sul, Nigéria x Bósnia e Japão x Colômbia.

De todas as seleções que desfilarão pelos gramados matogrossenses, Coreia do Sul e Rússia são as equipes que tem melhor histórico em Mundiais: as duas com um quarto lugar. Os sul-corenos chegaram à semifinal do Mundial de 2002, quando foram co-anfitriões junto com os japoneses, e a Rússia foi a quarta colocada em 1966, na Inglaterra, quando ainda era representada pela União Soviética.

Dada a falta de tradição das seleções que jogarão na Arena Pantanal, o estádio que já é apontado como forte candidato ao desuso após a Copa por causa da fragilidade do futebol matogrossense, corre o risco de não ver nenhum grande jogo da Copa.

A torcida curitibana, por sua vez, teve um pouco mais de sorte. Receberá a atual campeã Espanha na Arena da Baixada, estádio de 42 mil lugares onde estão sendo investidos 326,7 milhões de reais.

Os espanhóis enfrentarão a Austrália no dia 23 de junho. As demais partidas, no entanto, não devem empolgar o torcedor. Além do duelo entre iranianos e nigerianos, a cidade receberá as partidas Honduras x Equador e Argélia x Rússia.

(Reportagem de Eduardo Simões)