Fifa assegura que violência não se repetirá em estádios no Mundial

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013 13:00 BRST
 

Por Andrew Downie

SÃO PAULO, 9 Dez (Reuters) - A Fifa garantiu nesta segunda-feira aos torcedores que não precisam temer a violência nos estádios da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, um dia depois da briga violenta na arquibancada da Arena Joinville durante o jogo Vasco e Atlético Paranaense.

Na partida de domingo, três pessoas ficaram feridas em estado grave devido à briga. Este ano, ao menos 30 pessoas morreram em incidentes dentro ou no entorno de estádios de futebol no país, de acordo com um especialista.

A Fifa afirmou que as partidas da Copa do Mundo terão forte segurança dentro e fora dos estádios, como aconteceu na Copa das Confederações em junho, quando não houve nenhum incidente com torcedores.

Além disso, apenas 8 por cento dos ingressos de cada partida vão diretamente para os torcedores dos times envolvidos.

"Para a Copa do Mundo de 2014 haverá um conceito bastante completo de segurança em operação integrada entre as autoridades de segurança públicas e privadas para garantir a segurança dos torcedores, jogadores e outros envolvidos no evento", disse a Fifa em comunicado.

"O conceito funcionou muito bem durante a Copa das Confederações e é construído com base em modelos usados anteriormente em outras Copas do Mundo", acrescentou a entidade responsável pelo futebol mundial.

O jogo de domingo, pela última rodada do campeonato, foi paralisado por 70 minutos. A partida foi retomada, e o Atlético venceu por 5 x 1, decretando o rebaixamento do Vasco.

Alguns jogadores não seguraram as lágrimas, enquanto torcedores brigavam nas arquibancadas. Um helicóptero da polícia pousou em campo para resgatar um torcedor inconsciente.   Continuação...