Dobrar pontos na última corrida da F1 é "absurdo", diz Vettel

terça-feira, 10 de dezembro de 2013 16:12 BRST
 

10 Dez (Reuters) - O tetracampeão do mundo Sebastian Vettel, da Red Bull, classificou como 'absurda' a mudança de regra para conceder o dobro de pontos na última corrida da temporada de Fórmula 1 a partir do próximo ano.

O piloto de 26 anos, vencedor dos últimos quatro campeonatos, disse ao jornal alemão Bild nesta terça-feira que não viu nenhum valor na mudança.

"Você dificilmente pode imaginar que no último jogo da temporada da Bundesliga (Campeonato Alemão de futebol), os jogos de repente valem o dobro de pontos", disse o alemão.

"É um absurdo e pune os pilotos que trabalharam duro durante toda a temporada. Valorizo ​​as antigas tradições na Fórmula 1 e não entendo essa regra", completou ele.

A mudança controversa, anunciada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) na segunda-feira após reunião com o novo grupo de estratégia da F1 composto por seis equipes, incluindo a campeã Red Bull, foi duramente criticada por fãs na mídia social.

O Bild Sports citou o consultor de automobilismo da Red Bull Helmut Marko dizendo que sua equipe foi contra a mudança. O austríaco acrescentou que uma proposta inicial atribuía o dobro de pontos para as últimas quatro corridas.

Vettel venceu o campeonato deste ano com três corridas de antecedência e terminou a temporada com nove vitórias consecutivas.

A FIA disse que a mudança de regra iria "maximizar o foco no campeonato até o final da campanha", mas outros questionaram a necessidade disso.

"Dobrar os pontos para o último GP de F1 da temporada parece uma resposta a uma pergunta que ninguém estava fazendo. Desvaloriza as outras provas também", comentou o ex-piloto e comentarista da Sky TV Martin Brundle no Twitter.

(Reportagem de Alan Baldwin)