Sochi estabelece locais para protestos durante Jogos de Inverno

terça-feira, 10 de dezembro de 2013 16:51 BRST
 

LAUSANNE, Suíça, 10 Dez (Reuters) - A cidade russa de Sochi, que se prepara para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, em fevereiro, terá locais específicos de protestos para que os manifestantes possam expor suas opiniões, informou o Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta terça-feira.

"Nós saudamos o anúncio do comitê organizador de que em Sochi haverá regiões de protesto que serão estabelecidos para as pessoas que querem protestar contra alguma coisa", disse o presidente do COI, Thomas Bach, a repórteres depois de ser informado sobre um relatório de progresso dos organizadores dos Jogos russos.

"Eles (os manifestantes) terão a oportunidade de fazer (protestos) em regiões especiais de protesto", completou.

A Rússia tem sido alvo de críticas sobre o seu histórico de direitos humanos, especialmente depois de aprovar uma lei de propaganda anti-gay este ano, que os críticos dizem que restringe os direitos dos homossexuais.

"Isto estava em discussão com o COI por algum tempo", afirmou Bach. "Foi anunciado a nós hoje e elas (regiões) estarão localizadas em Sochi."

No domingo, o presidente alemão, Joachim Gauck, tornou-se o primeiro chefe de Estado europeu a anunciar que não irá aos Jogos de Inverno. Alguns atletas disseram que vão protestar em Sochi.