Brasil negocia amistoso com Sérvia ou República Tcheca antes do Mundial

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013 17:19 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 11 Dez (Reuters) - A seleção brasileira está em negociação com Sérvia e República Tcheca para marcar um amistoso antes da Copa do Mundo contra uma equipe que jogue futebol similar ao da Croácia, primeira adversária no Mundial do ano que vem, informou nesta quarta-feira a comissão técnica do Brasil.

O Brasil pretende disputar dois amistosos durante o período de preparação para a Copa, que começa com a apresentação dos jogadores no dia 26 de maio para treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Os jogos estão previstos para os dias 4 e 7 de junho.

Para o primeiro jogo, a busca é por um adversário com as características da Croácia, que vai enfrentar o Brasil em São Paulo no dia 12 de junho. O amistoso seguinte deve ser disputado contra um time da América Central, que jogue de forma parecida com o México - adversário do Brasil no dia 17 de junho, em Fortaleza.

O outro adversário da seleção brasileira na primeira fase do Mundial será Camarões, no dia 23 de junho, em Brasília.

"A Sérvia é uma das candidatas, é uma equipe forte, tecnicamente muito boa", disse o coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, em palestra sobre a preparação do Brasil para a Copa do Mundo, ao lado do técnico Luiz Felipe Scolari, durante o fórum de futebol Footecon, em um hotel de Copacabana.

Segundo Parreira e Felipão, outra opção é a República Tcheca. No último amistoso antes da Copa, a ideia é conseguir um adversário contra quem a seleção "não tenha tantas dificuldades, não tenha uma situação física que possa incomodar", de acordo com o treinador. Esse time viria da América Central, mas eles não revelaram nenhum possível rival.

Olhando para as oitavas de final da Copa, em que o Brasil vai enfrentar um time do grupo formado por Espanha, Holanda, Chile e Austrália, o treinador disse que prefere evitar os chilenos, mesmo se tiver de enfrentar um dos finalistas da Copa do Mundo de 2010 (Espanha e Holanda).

"Chile é clássico sul-americano, rivalidade. Europa é melhor, não tem rivalidade nenhuma, todo mundo joga seu jogo. Eles (Espanha) são favoritos, os dois têm responsabilidade, e fica tranquilo para a gente jogar, encaixa o nosso jogo", afirmou o treinador.

Felipão vai anunciar no dia 7 de maio os 23 jogadores convocados para a Copa do Mundo.   Continuação...