Croata Simunic fica fora da Copa após receber 10 jogos de suspensão

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013 16:06 BRST
 

16 Dez (Reuters) - O zagueiro croata Josip Simunic perderá a Copa do Mundo de 2014 no Brasil após receber suspensão de 10 jogos pela Fifa por emitir cânticos pró-nazistas no fim da repescagem contra a Islândia, no mês passado.

"Depois de levar em conta todas as circunstâncias do caso, e, particularmente, dada a gravidade do incidente, o comitê decidiu suspender o jogador por 10 partidas oficiais", informou a entidade que controla o futebol mundial em comunicado nesta segunda-feira.

"Os primeiros jogos... têm de ser cumpridos durante a Copa do Mundo de 2014."

A Croácia disputará a partida de abertura do Mundial contra o Brasil, dia 12 de junho, em São Paulo. As outras seleções do Grupo A são México e Camarões.

No fim da vitória croata por 2 x 0 em 19 de novembro, o jogador nascido na Austrália pegou o microfone no Estádio Maksimir, em Zagreb, virou-se para as arquibancadas e gritou 'Za dom' (pela Pátria), e o público respondeu 'Spremni' (Prontos).

A saudação é amplamente associada ao regime Ustasha, aliada do nazismo na Croácia, que esteve no poder de 1941 a 1945 e perseguiu brutalmente judeus, sérvios, ciganos e croatas anti-fascistas.

Simunic, que joga no Dinamo Zagreb, disse em comunicado no mês passado que não teve a intenção de fazer nada errado.

"Como um croata que nasceu e cresceu fora da minha pátria, eu associo casa com amor, carinho e luta positiva - tudo o que mostramos em campo para conquistar nosso lugar na Copa do Mundo", disse o zagueiro de 35 anos.

Simunic também foi multado em 30 mil francos suíços (33.800 dólares) e "proibido de entrar nos limites dos estádios nas 10 partidas para as quais ele está suspenso".

A suspensão da Fifa parece particularmente severa, especialmente tendo em vista as punições relativamente leves que foram impostas a seleções e clubes por comportamento racista.

(Por Tony Jimenez)