Clubes espanhóis são investigados por suposto auxílio ilegal do governo

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013 11:43 BRST
 

BARCELONA, 18 Dez (Reuters) - Investigações em três frentes serão conduzida sobre denúncias de ajuda do governo espanhol a vários times de futebol do país, incluindo Real Madrid e Barcelona, disse a Comissão Europeia nesta quarta-feira.

Atlético de Bilbao e Osasuna também estão entre os "diversos clubes europeus" acusados de terem se beneficiado de injustas vantagens fiscais.

Os clubes serão contactados como parte de um "profundo" inquérito para esclarecer se eles infringiram as leis de concorrência ao receber injusta vantagem financeira.

"Clubes de futebol profissionais devem financiar seus custos operacionais e investimentos com uma gestão financeira comprovada e não às custas do contribuinte", disse Joaquín Almunia, comissário europeu para defesa da concorrência, em comunicado.

"Estados membros e autoridades públicas devem se adequar às regras da UE sobre auxílio estatal neste setor como em todos os setores econômicos."

Outra linha de investigação vai se concentrar sobre o controverso acordo entre a Prefeitura de Madri e o Real, sob o qual o clube obteve lucro considerável na venda de seus campos de treinamento.

Os clubes espanhóis Valencia, Elce e Hércules também são alvo de uma investigação sobre assistência financeira recebida de governos regionais na forma de empréstimos e garantias bancárias.

(Reportagem de Tim Halon)