Mourinho planeja ficar 12 anos no Chelsea, apesar de reclamar do contrato

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013 11:09 BRST
 

23 Dez (Reuters) - O técnico do Chelsea, José Mourinho, pretende permanecer por 12 temporadas no clube inglês, apesar de ter aceitado o seu "pior contrato" em seis anos.

O português voltou em junho ao time londrino, pelo qual foi campeão inglês em 2005 e 2006 após vitoriosas passagens pela Inter de Milão e o Real Madrid.

Na segunda-feira, ele atravessa a cidade com seu time para enfrentar o Arsenal, dirigido há 17 anos por Arsene Wenger. Uma vitória pode deixar o Chelsea empatado em número de pontos com o Liverpool na liderança da tabela.

"Realisticamente, espero que no final desses quatro anos nos sentemos, analisemos a situação e que a esta altura ambos, o clube e eu, estejamos felizes em continuar ou felizes em nos separar", disse Mourinho à imprensa britânica.

"Mas eu gostaria (de ficar), digamos, por 12 anos. Farei 51 no mês que vem. Eu diria 12 anos, e aí dois para ir a uma Copa do Mundo com uma seleção. Eu preferiria a seleção portuguesa. A Inglaterra como segunda (opção)."

Apesar da carreira bem sucedida --sete títulos nacionais na Europa e dois da Liga dos Campeões--, Mourinho nunca completou quatro temporadas no mesmo clube.

Na sua passagem anterior pelo Chelsea, saiu brigado com o proprietário, o bilionário russo Roman Abramovich. Em maio, deixou o Real Madrid, também após desentendimentos internos.

O português chegou a ser cotado para substituir Alex Ferguson, que se aposentou em maio após 26 anos como treinador do Manchester United. Mas Mourinho optou por regressar ao Chelsea, onde continua sendo reverenciado por dar um título ao clube após um hiato de meio século.

Ele disse que sua motivação não foi financeira. "Saí (do Real Madrid) porque quis, não porque quiseram que eu saísse... Se eu estivesse aqui por razões financeiras, não estaria recebendo bem menos dinheiro do que no Real Madrid, onde ainda tinha mais três anos de contrato."   Continuação...

 
O técnico do Chelsea, José Mourinho, participa de uma coletiva de imprensa em Basileia. Mourinho pretende permanecer por 12 temporadas no clube inglês, apesar de ter aceitado o seu "pior contrato" em seis anos. 25/11/2013 REUTERS/Arnd Wiegmann