Federer e Serena Willians esperam entrar com tudo em Brisbane

domingo, 29 de dezembro de 2013 15:27 BRST
 

29 Dez (Reuters) - Os tenistas Roger Federer e Serena Willians tiveram uma evolução diferente na temporada de 2013, mas ambos iniciam um novo ano no torneio Brisbane International nesta semana sem mostrar sinais de colocar um fim em suas ilustres carreiras.

Nascidos com apenas um mês de diferença e ambos com 17 grand slam nas costas, Federer e Serena poderiam reivindicar serem os melhores jogadores de tênis de sua geração, se não de todos os tempos.

A norte-americana Serena ganhou neste ano 11 títulos, entre eles os prestigiados abertos da França e dos Estados Unidos, e ganhou 78 de 82 jogos para ficar no primeiro lugar no ranking mundial.

Federer caiu para o sexto lugar depois de ganhar apenas um título em Halle e sem chegar a final de nenhum grand slam pela primeira vez desde 2002.

Embora tenha admitido que a temporada foi por vezes difícil, Federer disse ao chegar a Brisbane que se sentia mais em forma e que não se sentia pressionado para aposentar-se.

"As pessoas sempre vão dizer 'é isso', e é o que aconteceu no ano passado", disse o tenista de 32 anos durante coletiva de imprensa.

"Os críticos são parte do jogo. Mas são os últimos que irão me tirar deste jogo", disse.

O torneio de Brisbane não deve colocar a prova o suíço, sendo o sul-africano Kevin Anderson, com seu grande saque, o único dos 20 primeiros jogadores em sua parte do quadro.

Serena deixou o torneio de Brisbane em 2012 após torcer o tornozelo na segunda rodada.   Continuação...

 
A norte-americana Williams devolve para a russa Pavlyuchenkova durante a final feminina do torneio Brisbane International. Os tenistas Roger Federer e Serena Willians tiveram uma evolução diferente na temporada de 2013, mas ambos iniciam um novo ano no torneio Brisbane International nesta semana sem mostrar sinais de colocar um fim em suas ilustres carreiras. 05/01/2013 REUTERS/Daniel Munoz