Não sou antissemita, diz atacante Anelka

domingo, 29 de dezembro de 2013 16:34 BRST
 

PARIS, 29 Dez (Reuters) - O atacante Nicolas Anelka do West Bromwich Albion disse neste domingo que não é antissemita, depois de ter feito um gesto controverso durante o jogo do campeonato inglês, em que seu time empatou com o West Ham United, no sábado e que gerou inúmeras críticas.

Ministros do governo francês criticaram o ex-jogador da seleção francesa, depois que ele comemorou o primeiro dos seus dois gols da partida, com um gesto evidente com a mão, chamado 'quenelle', e a Associação de Futebol inglesa (English FA) disse que vai investigar o incidente.

O gesto, que tem ligação com o antissemitismo, foi criado pelo famoso comediante francês, Dieudonne, muito amigo de Anelka.

Uma das figuras mais polêmicas no esporte francês, que foi expulso da seleção durante a Copa do Mundo de 2010 por ofender o técnico Raymond Domenech, Anelka disse que queria apenas cumprimentar o amigo.

"O significado de 'quenelle' é anti-sistema. Não sei o que isso tem a ver com a religião", disse Anelka em sua conta no Twitter.

"Portanto, peço que as pessoas que não se deixem enganar pela mídia. E, claro, não sou antissemita, nem racista, e assumo a total responsabilidade pelo meu gesto",” disse ele.

O ministro do interior, Manuel Valls disse nesta semana que ia tomar medidas para proibir shows de Dieudonne depois que o comediante falou de um apresentador de rádio de origem judaica.

(Por Gregory Blachier)