Associação inglesa decide não punir entrada de Adam em Paulinho

terça-feira, 31 de dezembro de 2013 17:24 BRST
 

LONDRES, 31 Dez (Reuters) - A Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) decidiu não punir o meia do Stoke City, Charlie Adam, apesar da raiva do Tottenham por causa da entrada do jogador que machucou o meia brasileiro Paulinho no domingo pelo Campeonato Inglês, no White Hart Lane.

O jogador de 25 anos deve ficar afastado por pelo menos quatro semanas e vai perder quatro jogos da Premier League e a terceira rodada da Copa da Inglaterra contra o Arsenal, no sábado.

O árbitro Kevin Friend não viu a entrada no segundo tempo, a quinta vez que o meia escocês Adam se envolve em problemas com jogadores dos Spurs, após duas situações com Gareth Bale e outras com Scott Parker e Jan Vertonghen.

Ele também foi expulso duas vezes contra os Spurs, jogando pelo Liverpool e pelo Stoke.

Um porta-voz da FA confirmou que o caso foi examinado pelo painel de três homens da entidade, mas eles decidiram não tomar nenhuma ação sobre o caso.

"Medidas só podem ser tomadas em lances que não foram vistos se o painel, formado por ex-árbitros, concordar de forma unânime, que o incidente foi para cartão vermelho, e esse não foi o caso, então ele não será punido", disse.

Adam foi vaiado por torcedores dos Spurs quando entrou em campo, aos 5 minutos do segundo tempo, no lugar de Stephen Ireland.

Doze minutos depois, o meia da seleção brasileira, que estava sendo vital na vitória por 3 x 0 do Tottenham, começou a mancar após uma investida muito forte de Adam, perto da linha de meio-campo.

Os Spurs confirmaram em seu site que Paulinho passou por ressonância magnética na segunda-feira e deve ficar afastado por pelo menos quatro semanas com "danos significativos no ligamento" do tornozelo direito.   Continuação...