Eusébio, lenda do futebol português, morre de ataque cardíaco aos 71 anos

domingo, 5 de janeiro de 2014 14:20 BRST
 

LISBOA, 5 Jan (Reuters) - Lenda do futebol português, o jogador Eusébio, que foi o artilheiro da Copa do Mundo de 1966, morreu de um ataque cardíaco aos 71 anos de idade, informou a mídia de Portugal neste domingo.

A morte do carismático atacante, que era idolatrado em todo o mundo de língua portuguesa e considerado um dos maiores futebolistas de todos os tempos, foi confirmada pela televisão estatal e jornais esportivos do país.

Eusébio, cujo nome completo era Eusébio da Silva Ferreira, foi Futebolista Europeu do Ano em 1965, mas ganhou aclamação mundial um ano depois na Copa do Mundo da Inglaterra, onde seus nove gols ajudaram Portugal chegar às semi-finais.

Ele venceu 64 partidas e marcou 41 gols para Portugal , registros que levaram quase duas décadas antes de serem quebrados.

Apelidado de "Pantera Negra", Eusébio foi o vencedor Taça dos Campeões Europeus com o Benfica em 1962 e jogou em três outras finais, incluindo a derrota para o Manchester United, em Wembley, em 1968.

Eusébio ajudou o Benfica em 11 campeonatos portugueses e mais tarde serviu como um "embaixador" para o clube. Ele marcou mais de 300 gols para o time de Lisboa.

"Ele era uma das grandes figuras de Portugal. Acho que ele é imortal. Nós todos sabemos o que ele significou para o futebol e, especialmente, para o futebol português4 ", disse treinador do Chelsea, José Mourinho, à emissora portuguesa RTP.

"Ele não foi apenas uma grande inspiração, mas também uma figura importante na defesa dos valores, princípios e sentimentos do futebol, mesmo depois de terminar a sua carreira", acrescentou o ex-treinador do Porto, Inter de Milão e Real Madrid.

(Por Mark Gleeson)

 
Ex-jogador da seleção portuguesa Eusébio gesticula antes de partida de Portugal contra a República Tcheca pela fase de grupos da Euro 2008, em Genebra. Lenda do futebol português, o jogador Eusébio, que foi o artilheiro da Copa do Mundo de 1966, morreu de um ataque cardíaco aos 71 anos de idade, informou a mídia de Portugal neste domingo. 11/06/2008. REUTERS/Denis Balibouse