13 de Janeiro de 2014 / às 19:33 / 4 anos atrás

Cristiano Ronaldo é eleito melhor jogador do ano pela segunda vez

Por Brian Homewood

O português Cristiano Ronaldo recebe a Bola de Ouro de melhor jogador de futebol do mundo pela segunda vez, em Zurique, na Suíça, nesta segunda-feira. 13/01/2014 REUTERS/Arnd Wiegmann

ZURIQUE, 13 Jan (Reuters) - Um Cristiano Ronaldo choroso foi eleito nesta segunda-feira o melhor jogador de futebol do mundo pela segunda vez, o que impediu que seu rival Lionel Messi levasse o prêmio pelo quinto ano consecutivo.

O atacante de Portugal e do Real Madrid estava tão tomado pela emoção que mal conseguia concluir seu discurso de agradecimento.

“Primeiramente, quero agradecer a todos os meus colegas do Real Madrid e da seleção nacional”, disse Ronaldo, que chorou ao receber o prêmio.

”Sem o esforço de todos isto não teria sido possível. Eu estou muito feliz, é muito difícil conquistar este prêmio.

“A todos que se envolveram comigo de um modo pessoal, eu tenho de agradecer. Minha esposa, meus amigos, meu filho. É um momento tremendamente emotivo. Tudo o que posso dizer é agradecer a todos vocês que estiveram envolvidos.”

O argentino Messi, prejudicado por contusões no Barcelona no ano passado, terminou em segundo na classificação, oficialmente conhecida como Bola de Ouro da Fifa. O francês Franck Ribéry ficou em terceiro.

Jupp Heynckes, agora aposentado, foi eleito o treinador do ano, pois sua equipe, o Bayern de Munique, ganhou a Liga dos Campeões, a Bundesliga (campeonato alemão) e a Copa da Alemanha, uma conquista sem precedentes.

Cristiano Ronaldo obteve o título com 1.365 pontos, à frente de Messi, com 1.205, e Franck Ribéry, com 1.127.

Os votos são depositados pelos capitães e treinadores das 209 seleções nacionais - embora a Fifa tenha informado que somente 184 delas tomaram parte na pesquisa -, mais 173 representantes da mídia selecionados.

Cristiano Ronaldo também foi escolhido o Jogador do Ano pela Fifa em 2008, antes de Messi começar sua sucessão de quatro premiações.

Em 2010 e 2011, houve a junção do prêmio com o Ballon D‘Or , entregue previamente pela revista France Football.

Embora Ronaldo não tenha conquistado nenhum grande campeonato na última temporada, ele não parou de fazer gols.

O jogador de 28 anos tem 20 tentos marcados no Campeonato Espanhol pelo Real Madrid, na atual temporada, e conquistou um recorde na fase de grupo Liga dos Campeões, ao marcar nove vezes.

O ponto alto do ano, contudo, foi com a seleção portuguesa, quando ele fez três gols e praticamente garantiu a vitória sobre a Suécia na repescagem da Copa do Mundo, classificando Portugal para o torneio no Brasil.

Ao lado de Cristiano Ronaldo, no time do ano foram eleitos Manuel Neuer no gol, Philipp Lahm, Sergio Ramos, Thiago Silva e Dani Alves na defesa, meio de campo Andrés Iniesta, Xavi e Ribéry com Zlatan Ibrahimovic e Messi no ataque.

Ibrahimovic ganhou o prêmio de melhor gol do ano, num amistoso contra a Inglaterra.

A goleira alemã Nadine Angerer foi eleita a Jogadora do Ano, no futebol feminino.

Pelé recebeu um “Prêmio de Honra” da Fifa, uma homenagem especial pelas realizações em toda sua carreira.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below