16 de Janeiro de 2014 / às 22:09 / 4 anos atrás

Atrasados, estádios da Copa têm indefinição sobre testes; Valcke visitará obras

RIO DE JANEIRO, 16 Jan (Reuters) - Dos seis estádios que descumpriram o prazo até dezembro e ainda faltam ser inaugurados para a Copa do Mundo, somente dois ficarão prontos este mês --Arena das Dunas e Beira-Rio--, enquanto o restante entrará pelo menos mais um mês em obras e sem definições sobre a realização dos eventos-teste exigidos pela Fifa.

A Arena das Dunas, em Natal, será inaugurada no dia 22 com a presença esperada da presidente Dilma Rousseff e do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, enquanto o estádio do Internacional abrirá as portas já com uma partida da equipe de Porto Alegre, no dia 29, pelo Campeonato Gaúcho.

No outro extremo da agenda de inaugurações está a Arena Corinthians, que após o acidente com um guindaste em novembro, que deixou dois operários mortos, teve a data de conclusão das obras adiada para 15 de abril, apenas um mês antes da entrega dos estádios para a Fifa, em 22 de maio.

O prazo praticamente inviabiliza a realização dos três eventos-teste cobrados pelos organizadores do Mundial, que começa em 12 de junho exatamente no estádio em construção na zona leste de São Paulo. De acordo com o Corinthians, proprietário da arena, até o momento não há eventos-teste programados.

Os atrasos nas obras repete o que ocorreu com as arenas utilizadas na Copa das Confederações do ano passado. Dos seis estádios que receberam jogos do torneio preparatório para o Mundial, somente Belo Horizonte e Fortaleza cumpriram o prazo original (dezembro de 2012), enquanto o Estádio Nacional Mané Garrincha (Brasília) e o Maracanã fizeram menos testes do que o solicitado pela Fifa.

Na próxima semana, o secretário-geral da Fifa visitará a Arena Corinthians pela primeira vez desde o acidente para fazer uma vistoria in loco. Valcke, em sua primeira viagem ao Brasil no ano do Mundial, também irá acompanhar o ritmo das obras em Manaus e Cuiabá, cidades que, ao lado de Curitiba, ainda não confirmaram a data de inauguração de suas arenas.

Nos três casos a previsão de conclusão é nos meses de fevereiro ou março, mas a incerteza até agora sobre as datas impede os organizadores de confirmarem a realização dos testes pré-Mundial.

“A inauguração ainda depende do avançar do trabalho da parte externa do estádio. A ideia é fazer um clássico local Rio Negro x Nacional”, disse a Unidade Gestora do Projeto Copa do Amazonas, por meio da assessoria de imprensa. Segundo o órgão, a inauguração da Arena Amazônia está prevista para fevereiro, e há negociações em andamento para a realização de partidas de torneios regionais antes do Mundial.

A Arena do Atlético Paranaense, cujo projeto de teto retrátil foi abandonado para não atrasar ainda mais as obras, deve realizar um jogo no final de fevereiro entre os operários e convidados, sem a presença de público, de acordo com a Coordenação Geral da Copa do Mundo do governo paranaense.

Jogo oficial mesmo aconteceria só em 26 de março, dependendo da escala de partidas do clube proprietário do estádio.

“Estávamos tentando uma partida da seleção brasileira, mas é muito difícil pelo calendário, então pode ser um jogo do Atlético pela Libertadores, se eles passarem para a segunda fase”, disse à Reuters o secretário Mario Celso Cunha. A partir de então, o estádio passaria a abrigar todos os jogos do time, segundo ele.

Em Cuiabá, a Arena Pantanal está em fase de colocação das cadeiras nas arquibancadas, que tem previsão de conclusão em 15 de fevereiro. A entrega da obra está prevista para o final de fevereiro, e os primeiros eventos-teste aconteceriam a partir de março, de acordo com a Secretaria Especial da Copa do Mato Grosso.

“Os eventos-teste também não estão definidos, mas podemos adiantar que haverá um quadrangular com times regionais e um jogo com clubes nacionais, que está em negociação”, disse o governo em nota.

Somados, os 12 estádios da Copa do Mundo têm um custo de mais de 8 bilhões de reais.

Reportagem de Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below