Djokovic e Serena avançam na Austrália, em dia de alívio no calor

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014 15:35 BRST
 

MELBOURNE, 17 Jan (Reuters) - Novak Djokovic derrotou Denis Istomine e ampliou para 27 a sequência de vitórias, a mais longa da história do tênis, na terceira rodada do Aberto da Austrália, nesta sexta-feira, quando o calor em Melbourne deu um alívio após uma onda infernal de quatro dias.

Serena Williams fez pouco caso das temperaturas escaldantes, que novamente chegaram a 42ºC, e disparou rumo à quarta rodada tendo perdido somente uma dúzia de games.

A chinesa Li Na escapou da derrota por uma questão de centímetros em sua partida da terceira fase, e o espanhol David Ferrer continuou a abrir caminho na chave masculina quase sem chamar a atenção.

Seu compatriota Tommy Robredo causou a maior surpresa do dia ao bater o nono cabeça de chave, Richard Gasquet, por 2-6, 7-5, 6-4 e 7-6(6) em um duelo noturno brevemente interrompido pela chuva.

A última derrota de Djokovic foi contra Rafael Nadal na final do Aberto dos EUA, e Istomin, 49º do ranking, em nenhum momento ameaçou sua nova conquista sob a cobertura da Arena Rod Laver.

A caminho de se tornar o primeiro tenista na era profissional a conquistar quatro Abertos da Austrália consecutivos, o segundo cabeça de chave Djokovic passou pelos dois primeiros sets em rápidos 70 minutos, até o uzbeque se tornar subitamente mais agressivo e quebrar o sérvio quando ele sacava para a partida.

Visivelmente afetado, Djokovic não estava com humor para arriscar a possibilidade de entregar seu primeiro set no torneio e logo devolveu a quebra, convertendo seu segundo match point.

"Sinto-me melhor na quadra à medida que o torneio prossegue", disse Djokovic, que enfrenta seu amigo italiano Fabio Fognini por uma vaga nas quartas de final.

"As coisas ficaram tensas perto do final da partida. Não queria perder o terceiro set, obviamente, então me concentrei muito para dar conta em três sets".   Continuação...