Federer vence Murray e vai enfrentar Nadal em semifinal da Austrália

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014 14:28 BRST
 

Por Ian Ransom

MELBOURNE, 22 Jan (Reuters) - Roger Federer superou um duro teste físico e mental contra Andy Murray e garantiu nesta quarta-feira vaga pela 11ª vez consecutiva nas semifinais do Aberto da Austrália, em que enfrentará o grande rival Rafael Nadal em um duelo super aguardado.

Firme no saque e dominante na rede, o dono de 17 títulos do Grand Slam sofreu um tropeço que o forçou a disputar o quarto set, mas recuperou a compostura a tempo para vencer o britânico por 3 sets a 1 (6-3, 6-4, 6-7 (7-6) e 6-4) sob os holofotes da Rod Laver Arena.

A vitória confirmou a recuperação de Federer após o ano horrível em 2013. Com o novo técnico, Stefan Edberg, e uma raquete maior em seu arsenal, o suíço está confiante em conseguir complicar a vida do espanhol primeiro cabeça-de-chave na próxima rodada.

"Fisicamente eu sei que posso conseguir. E então, porque estou me sentindo bem fisicamente, posso realmente pensar sobre as táticas para jogar, como ser agressivo ou passivo", disse Federer, de 32 anos, a repórteres.

"Tenho todas essas oportunidades agora. Eu tenho batido na bola muito bem há algum tempo, então é bom que tudo tenha acontecido junto em um grande jogo contra Murray como este", acrescentou.

Murray salvou dois match-points no tiebreak do terceiro set e 13 de 17 break points durante a partida, mas não resistiu quando o jogo estava 4-3 no quarto set, sofrendo uma decisiva quebra de saque.

Federer não cometeu erros em seu terceiro match-point, fechando a partida com um ace após 3 horas e 20 minutos.

"Estou explosivo. Consigo chegar às bolas. Não estou com medo de ir nas bolas", disse. "Claro que no ano passado em alguns momentos eu não conseguia fazer isso, mas o importante é que agora eu consigo."

 
Tenista suíço Roger Federer comemora a derrota sobre o britânico Andy Murray pela quarata de final do torneio Aberto da Austrália, em Melbourne. Federer superou um duro teste físico e mental contra Andy Murray e garantiu nesta quarta-feira vaga pela 11ª vez consecutiva nas semifinais do Aberto da Austrália, em que enfrentará o grande rival Rafael Nadal em um duelo super aguardado. 22/01/2014. REUTERS/David Gray