Hamilton bate no início da nova era turbo da F1 em Jerez, na Espanha

terça-feira, 28 de janeiro de 2014 12:21 BRST
 

Por Alan Baldwin

JEREZ, Espanha, 28 Jan (Reuters) - O piloto Lewis Hamilton saiu ileso de uma forte batida nesta terça-feira, quando fazia as primeiras voltas da pré-temporada e testava o novo carro da Mercedes, marcando o início de uma nova era turbo na Fórmula 1.

Duas grandes listas negras de pneus derrapados marcavam o asfalto no local onde o capeão de 2008 se chocou contra uma pilha de pneus.

A Mercedes culpou uma falha no carro pelo acidente durante a 18º volta de Hamilton. Testemunhas disseram que o aerofólio dianteiro pareceu ter quebrado.

Até o meio-dia, apenas Hamilon e o francês Jean-Eric Vergne, da equipe Toro Rosso, tinham marcado tempo e apenas cinco carros saíram para a pista.

Um dos que saíram foi Kimi Raikkonen, da Ferrari, que provocou a primeira bandeira vermelha do dia, ao quebrar e estacionar ao lado da pista.

Com a lua ainda visível na pista de Jerez, na Espanha, o britânico campeão mundial de 2008 entrou com seu carro no circuito um pouco depois das 9h (6h no horário de Brasília) para uma volta de testes.

A F1 dispensou os motores V8 e adotou os motores turbo V6, com um complexo sistema de recuperação de energia e maior ênfase em economia de combustível.

A volta de Hamilton, a primeira aparição de um novo carro na pista, deu uma demonstração do som mais agudo do novo motor.   Continuação...

 
Piloto britânico da equipe Mercedes Lewis Hamilton durante sessão de teste na pré-temporada de Fórmua 1, no circuito de Jerez, no sul da Espanha. Hamilton saiu ileso de uma forte batida nesta terça-feira, quando fazia as primeiras voltas da pré-temporada e testava o novo carro da Mercedes,marcando o início de uma nova era turbo na Fórmula 1. 28/01/2014. REUTERS/Marcelo del Pozo