Aragonés, vitorioso ex-técnico da Espanha, morre aos 75 anos

sábado, 1 de fevereiro de 2014 12:07 BRST
 

MADRI, 1 Fev (Reuters) - O ex-técnico Luis Aragonés, o homem que pôs fim aos 44 anos de espera da Espanha por um grande título internacional vencendo a Euro 2008 e dando início a uma era de ouro para a seleção, morreu aos 75 anos.

Ele faleceu na manhã deste sábado na clínica Centro de Madrid, na capital espanhola, após uma luta contra a leucemia, disse sua família em comunicado.

A federação de futebol espanhola (Rfef na sigla em espanhol) expressou seu pesar pela perda do "técnico da Espanha que deu início à sua série gloriosa de sucessos no futebol mundial".

A Espanha ergueu o troféu do Campeonato Europeu em 1964, mas durante várias décadas foi vista como um time que deixa a desejar.

Aragonés mudou essa percepção com seu êxito de 2008, estabelecendo as fundações para mais triunfos sob o comando de Vicente del Bosque na Copa do Mundo de 2010 e na Euro 2012.

A Espanha derrotou a Alemanha por 1 x 0 na final em Viena seis anos atrás, quando Fernando Torres fez o gol da vitória aos 33 minutos.

"Sem dúvida ele pavimentou o caminho para este período recente que tem sido tão bem sucedido. Tinha muita experiência como técnico e, pessoalmente, eu tinha uma afeição especial por ele", declarou Del Bosque.

"Eu sabia que ele tinha um problema de saúde, mas nunca imaginei que chegaria a isso. Vamos nos lembrar deste dia com muita tristeza".

Aragonés percebeu a necessidade de se livrar de jogadores já envelhecendo, como Raul e Michel Salgado, criando um novo estilo de jogo baseado nas trocas de passes curtos que vinha fazendo sucesso no Barcelona.   Continuação...