Não protestem pelos direitos gays em Sochi, diz ex-atleta e prefeita da vila olímpica

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014 12:46 BRST
 

Por Philip e O'Connor

ROSA KHUTOR, Rússia, 4 Fev (Reuters) - Svetlana Zhurova, ex-campeã olímpica e prefeita da vila olímpica, fez um apelo para que manifestantes não usem os Jogos de Inverno de Sochi como uma plataforma para protestar pelos direitos dos gays na Rússia.

"Eu nunca vi isso em nenhuma Olimpíada, e eu diria às pessoas que vão protestar que isso não faz sentido", afirmou Zhurova, medalha de ouro em patinação de velocidade nos Jogos de Inverno de Turim, em 2006.

Grupos de defesa dos direitos gays defenderam o boicote às Olimpíadas de Inverno, que começam na sexta-feira, depois que a Rússia aprovou uma lei que proíbe a propaganda gay entre menores de idade.

Zhurova disse que sexualidade é irrelevante no contexto da competição, e que atletas gays ou não seriam tratados de forma igual.

"Para o público, é mais importante quem ganha do que se ele ou ela é homossexual ou não", disse a ex-campeã, de 41 anos.

"Todos participamos dos Jogos, e nós vamos aplaudir os heterossexuais e os homossexuais como ocorreu nas competições passadas", afirmou.