Grupo islâmico pede orações por terremoto em Sochi

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 09:51 BRST
 

SOCHI, Rússia, 11 Fev (Reuters) - Um grupo militante islâmico pediu a seus seguidores que rezem por um terremoto em Sochi durante a Olimpíada de Inverno, como forma de vingar os muçulmanos que morreram na cidade lutando contra os "infiéis russos".

O apelo foi feito por uma seção local do grupo islâmico Emirado do Cáucaso, que trava uma insurgência no extremo sul da Rússia e orienta seus seguidores a cometerem atentados durante os Jogos.

"Todos os que forem capazes de ler esta carta podem suplicar ao Todo-Poderoso para que destrua a terra em Sochi com um terremoto, e que deixe os infiéis ‘bêbados de água' antes do Inferno, e que se afoguem numa inundação", disse o texto divulgado na segunda-feira pela Internet.

"Os Jogos dos ateus e pagãos! Os porcos são tão arrogantes que decidiram receber os Jogos no terreno onde nossos ancestrais derramaram seu sangue para defender o Islã e os muçulmanos. Até os cegos podem ver isso!"

Parte da Olimpíada de Inverno ocorre no território onde vivia a etnia circassiana até sua expulsão, no século 19. Líderes islâmicos dizem que a realização do evento - no qual o presidente russo, Vladimir Putin, investiu seu prestígio pessoal - equivale a promover "danças satânicas" sobre as tumbas de muçulmanos mortos pelas forças russas.

(Reportagem de Timothy Heritage)