Cerimônia de encerramento mostra uma imagem mais branda da Rússia

domingo, 23 de fevereiro de 2014 16:23 BRT
 

Por Mike Collett-White

SOCHI, Rússia, 23 Fev (Reuters) - A cerimônia de encerramento da primeira Olimpíada de Inverno que a Rússia sediou mostrou uma imagem mais branda da nação do que o espetáculo de músculos que abriu os Jogos, disseram os organizadores.

O show no Estádio Fisht, na costa do Mar Negro, levou os espectadores a uma jornada poética pela herança rica da Rússia em artes visuais, música, literatura e dança.

E enquanto a cerimônia de abertura em 7 de fevereiro foi sobre sublinhar a posição da Rússia no mundo e reforçar como ela conseguiu se afastar das correntes do passado soviético, uma das palavras-chave do encerramento foi "nostalgia".

"São dois shows bem complementares", disse Marco Balich, produtor executivo da cerimônia.

"Tão grande quanto foi a abertura, nesse show eles foram buscar outro lado da Rússia - íntimo, cheio de coração e (organizadores russos) mencionaram a palavra nostalgia", disse à Reuters.

Sob o olhar vigilante do presidente Vladimir Putin, cujo prestígio dependia de uma Olimpíada de sucesso, os atletas andaram pelo palco gigante aos aplausos do estádio.

O time russo pode esperar um grito ainda mais alto depois de vencer 13 medalhas de ouro, mais que qualquer outro país, superando bastante as expectativas dos sonhos mais malucos de Putin durante a preparação.