March 9, 2014 / 3:18 PM / 3 years ago

Um Barça lamentável corre perigo de ficar sem títulos

4 Min, DE LEITURA

Por Iain Rogers

MADRI (Reuters) - O treinador do Barcelona, Gerardo Martino, precisa encontrar uma solução rápida para o que está afetando sua equipe ou é possível que termine sua primeira temporada no banco de reservas do Camp Nou sem nenhum título.

No sábado, o Barça teve uma das suas piores atuações sob o comando do técnico argentino e sofreu uma derrota surpreendente no Campeonato Espanhol para o Valladolid, que abriu o caminho para o Real Madrid proteger a sua liderança a 12 rodadas do fim.

Apesar de os catalães terem dominado a posse de bola como costumam fazer, desperdiçaram as poucas chances que conseguiram criar diante de um oponente ultradefensivo, com Lionel Messi e Neymar sendo os principais responsáveis.

Na segunda parte, os azul-grenás mostraram mais pressa, mas erraram muitos passes e o Valladolid manteve a vantagem com comodidade.

O Barça, campeão de La Liga, foi uma sombra da equipe que deslumbrou a Espanha e a Europa ao mando de Pep Guardiola, e seus torcedores estavam olhando com inveja para a Alemanha, onde o Bayern de Munique, a nova equipe de Guardiola, conseguiu mais uma contundente vitória na Bundesliga, no último sábado.

"Nos faltou exatamente o que distingue o Barça dos outros", disse Tata Martino. "Boa elaboração, encontrar espaços, jogar pelos lados e ter mais profundidade", acrescentou o treinador de 51 anos.

"Poucas vezes tivemos a opção de correr. Assim, sempre tivemos que lutar contra 10 defensores. Correr teria sido uma boa solução."

O Madrid, que não sofreu uma derrota em 28 partidas por todas as competições desde que perdeu do Barça, em La Liga, no final de outubro, pode abrir quatro pontos de vantagem sobre a equipe de Martino, se vencer o Levante, neste domingo, em casa.

O triunfo no Bernabéu também o colocaria com três pontos a mais que o Atlético de Madrid, que foi posto temporariamente à frente das duas grandes equipes da Espanha graças à vitória do sábado contra o Celta de Vigo.

Apesar de a atuação de sábado ter sido qualificada como "lamentável", "vergonhosa" e "suicida" na mídia espanhola, o Barça tem chances nas três competições que disputa e continua lutando pelo quinto título da liga espanhola em seis anos.

Venceu por 2 x 0 as oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Manchester City e disputa o jogo de volta na quarta-feira, no Camp Nou, e em duas semanas jogará no Santiago Bernabéu o clássico de La Liga.

Também vai enfrentar o maior rival na final da Copa do Rei, em 16 de abril, com a chance de se vingar da derrota nesse mesmo encontro, em 2011, e novamente no Estádio Mestalla, de Valencia.

"No Bernabéu (por La Liga), temos que vencer do mesmo jeito", disse Martino. "Agora, não estamos em nossa melhor versão, e temos que encontrá-la para podermos enfrentar uma equipe como o Real Madrid. Temos 15 dias para fazer isso."

O lateral do Barça, Daniel Alves, reconheceu que o resultado de sábado foi "muito negativo", mas insistiu que seus companheiros vão lutar "até o final".

"É difícil ganhar La Liga sem somar de três em três pontos", disse o jogador. "Se não depende apenas das suas forças, é mais complicado", acrescentou. "A equipe não cruzará os braços, lutaremos até o final como temos feito sempre. Não há tempo para lamentações. Temos que seguir lutando."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below