Pilotos da Mercedes ficarão livres para competir entre si

sábado, 15 de março de 2014 10:04 BRT
 

MELBOURNE, 15 Mar (Reuters) - Os pilotos Lewis Hamilton e Nico Rosberg estarão livres para competir entre si, dentro de limites claramente definidos, na abertura da temporada de Fórmula 1 no Grande Prêmio da Austrália no domingo, em uma definição que ocorreu depois de conversarem com os chefes da Mercedes para esclarecer as ordens da equipe.

"Eu já posso dizer para vocês que haverá disputas entre Lewis e eu, e que isso é importante para a TV e para todo mundo, para nós como uma equipe", disse Rosberg, que vai largar em terceiro no autódromo de Albert Park.

Seu colega de equipe, Hamilton, campeão mundial em 2008 pela McLaren, conquistou a pole position na classificação deste sábado.

"Claro que não podemos enlouquecer como colegas de equipe, porque ao mesmo tempo nós dois corremos pela Mercedes, ambos estamos aqui para dar um grande sucesso à Mercedes e para ajudar a Mercedes a chegar na frente", disse Rosberg.

"Nós precisamos alcançar a linha de chegada. Nós repassamos tudo em detalhes para saber o que esperar."

A Mercedes começa a temporada como favorita, com Hamilton e Rosberg amplamente apontados como dois fortes candidatos a brigar pelo título.

Ordens de equipes causaram polêmica no GP da Malásia na última temporada, quando a Red Bull e a Mercedes ordenaram a seus pilotos manterem posições para economizar combustível e garantir pontuação.

O campeão Sebastian Vettel, da Red Bull ignorou a orientação e ultrapassou seu companheiro Mark Webber para vencer, enquanto Rosberg obedeceu e terminou atrás de Hamilton, que chegou no terceiro lugar.

O diretor esportivo da Mercedes, Toto Wolff, disse que é difícil estabelecer parâmetros, como quem larga em primeiro deve ficar em primeiro.

"Será decidido caso a caso, tomando como base o que está acontecendo com os carros. Pode ser que em uma corrida seja de um jeito e na outra corrida de outro jeito", afirmou o executivo.

(Por Alan Baldwin, em Londres)