Com sobras, Rosberg vence a primeiro GP da F1 em 2014 na Austrália

domingo, 16 de março de 2014 11:21 BRT
 

MELBOURNE, 16 Mar (Reuters) - Nico Rosberg deu à Mercedes a primeira conquista na nova temporada da Formula 1 após vitória incontestável no Grande Prêmio da Austrália neste domingo, em prova que ainda contou com as desistências do pole position Lewis Hamilton e do campeão mundial Sebastian Vettel, além da desclassificação do herói local Daniel Ricciardo.

O abandono prematuro de Vettel pôs fim à sequência de nove vitórias consecutivas do piloto da Red Bull, que não perdia desde agosto de 2013.

Mas enquanto um alemão se ressentia do resultado da prova, outro era só sorrisos: Nico Rosberg, de 28 anos, conseguiu um ótimo início de prova largando no terceiro lugar, abocanhou a liderança antes da primeira curva e terminou a prova 24 segundos antes do australiano Daniel Ricciardo.

O resultado oficial, no entanto, foi alterado mais tarde, após a FIA anunciar que Ricciardo foi eliminado da corrida.

Ricciardo cruzou a linha de chegada 24,5 segundos depois do vencedor, mas sua alegria de tornar-se o primeiro australiano a subir no pódio em casa foi destruída cinco horas depois, quando fiscais de prova o desclassificaram por uso irregular de combustível.

Em dia nublado no Albert Park, o novato dinamarquês Kevin Magnussen brilhou com um surpreendente terceiro lugar, que depois tornou-se oficialmente uma segunda posição, pilotando a McLaren, lembrando a primeira prova de Hamilton com a escuderia inglesa no mesmo Grande Prêmio da Austrália em 2007.

No fim, os três pilotos que subiram ao pódio ficaram à frente de seus respectivos companheiros de equipe e campeões mundiais (Hamilton, Vettel e Button), no que pode ser interpretado como uma vitória dos azarões.

Rosberg, que deve duelar com o companheiro de time Hamilton pelo título, celebrou sua quarta vitória na F1 e a primeira desde o Grande Prêmio de Silverstone em 2013, ocasião em que ele também se beneficiou dos problemas técnicos de Hamilton e Vettel.

"Brilhante! Que carro vocês deram para mim! Que carro!", disse o alemão, em êxtase, no rádio da equipe ao cruzar a linha de chegada.   Continuação...