Williams espanta fantasma de 2013 ruim com 5º lugar na Austrália

segunda-feira, 17 de março de 2014 13:58 BRT
 

LONDRES, 17 Mar (Reuters) - Valtteri Bottas marcou duas vezes mais pontos no Grande Prêmio da Austrália, primeira prova da temporada ocorrida no domingo, do que a Williams conseguiu no ano passado inteiro, mas o finlandês e sua equipe saíram de Melbourne sabendo que poderiam ter se saído melhor.

O piloto de 24 anos terminou em quinto, graças à desclassificação do segundo colocado, o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, horas após a corrida, em um carro que mostrou que o otimismo da pré-temporada não foi equivocado.

Embora o alemão Nico Rosberg tenha vencido com sua Mercedes de forma contundente, a Williams plantou uma semente para o futuro.

A escuderia ainda está longe de onde quer estar, mas o resultado renovou o otimismo e o propósito dos ex-campeões, que lutam para se recuperar da situação desoladora do ano passado.

"Acho que a Mercedes se destaca em termos de ritmo - e ainda acho que há outra equipe que está muito veloz, só não mostrou isso hoje, ou cometeu erros", disse Jenson Button, da McLaren, que estreou na Williams em 2000, depois da corrida.

Os dois pilotos da McLaren terminaram no pódio, com o novato holandês Kevin Magnussen em segundo e Button em terceiro, e a equipe lidera o campeonato de construtores.

Bottas e seu novo colega de time, o brasileiro Felipe Massa, sentiram que poderia muito bem ter sido eles.

"Se tivemos uma boa classificação, uma corrida limpa, tivemos um carro para lutar pelo pódio", disse Bottas, e Massa, cujo carro foi atingido na traseira na primeira volta pela Caterham do japonês Kamui Kobayashi, concordou.

"Eu diria que a Austrália foi uma corrida que poderíamos ter terminado com os dois carros em posição semelhante à da McLaren, então talvez estivéssemos em primeiro no campeonato", afirmou o ex-piloto da Ferrari aos repórteres.

(Por Alan Baldwin)