Fifa tem 1,4 bilhão de dólares de sobra de caixa

sexta-feira, 21 de março de 2014 16:06 BRT
 

21 Mar (Reuters) - A Fifa aumentou sua sobra de caixa para 1,432 bilhão de dólares depois de voltar a ter lucro no ano passado, justificando o valor como uma rede de segurança caso uma Copa do Mundo tenha que ser cancelada.

A renda de direitos de transmissão pela TV e de acordos comerciais na véspera da Copa de 2014 no Brasil ajudou a aumentar as receitas para 1,386 bilhão de dólares, informou a entidade nesta sexta-feira, relatando um superávit de 72 milhões de dólares no ano passado.

Muitos brasileiros estão revoltados com a quantidade de dinheiro que o país está gastando para sediar o Mundial, dizendo que preferiam ter escolas e hospitais "padrão Fifa", e há temores de protestos durante a competição em junho e julho.

Os membros do comitê executivo da Fifa também enfrentam novos questionamentos sobre a concessão das duas próximas Copa do Mundo para a Rússia e o Catar.

As polêmicas não detiveram os patrocinadores que querem ser associados com o maior evento esportivo do mundo. A empresa de cartões de crédito Visa e a marca de artigos esportivos Adidas assinaram novos contratos com a Fifa recentemente.

Julio Grondona, presidente do Comitê de Finanças da entidade, acolheu as renovações, classificando-as como "um sinal precoce de que podemos contar que nossas finanças continuarão robustas por muitos anos".

O vencedor da Copa receberá 35 milhões de dólares, parte de um pagamento de 576 milhões de dólares para países participantes e clubes cujos jogadores atuam no torneio.

A Fifa não é a única a alimentar um cofrinho para se proteger da interrupção de um grande evento. O Comitê Olímpico Internacional (COI) gerou uma reserva de 932 milhões de dólares.

A Fifa afirma ser altamente dependente da realização da Copa do Mundo a cada quatro anos para seu financiamento, e nota que é quase impossível fazer seguro contra um cancelamento.

(Por Keith Weir)