Valcke adia solução para estruturas temporárias em estádio de SP

quinta-feira, 27 de março de 2014 17:42 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 27 Mar (Reuters) - Após afirmar que o impasse financeiro sobre as estruturas temporárias do estádio de São Paulo para a Copa do Mundo estava resolvido, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, disse que uma solução é esperada para sexta-feira.

O dirigente participou de reuniões nesta semana no Rio de Janeiro para resolver quem vai pagar pelas instalações necessárias para sediar partidas do Mundial.

Um dos encontros foi com o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez, responsável pelas obras do estádio paulista, sede da abertura do torneio, em 12 de junho, e onde há o maior problema sobre a questão, depois que Porto Alegre encontrou uma saída.

Valcke, que disse na semana passada que o problema na capital paulista estava resolvido, acredita que a solução esteja bem encaminhada e declarou confiar na construtora do projeto, a Odebrecht.

"Estou bastante confiante porque a empreiteira é forte e sólida o suficiente para entregar em tempo todas as instalações de São Paulo", disse ele a jornalistas nesta quinta-feira.

As instalações temporárias são voltadas para atender segurança, delegações, imprensa, voluntários, entre outros, e são consideradas fundamentais para o Mundial. O secretário-geral da Fifa disse antes da visita ao Brasil, que começou na segunda-feira, que esperava deixar o país com uma solução sobre as instalações temporárias.

Durante a visita dele, um impasse sobre as estruturas em Porto Alegre foi resolvido com a aprovação de isenção fiscal de até 25 milhões de reais às empresas que financiarem a instalação de estruturas temporárias no entorno do Beira-Rio.

"Volto para a Europa satisfeito com a solução dada para Porto Alegre", disse ele à Reuters. "A solução para o financiamento foi encontrada e estamos felizes, embora ainda haja muito trabalho pela frente."

Valcke espera que em breve pelo menos parte do Beira-Rio seja liberado para que se comece a montar a estrutura que será usada no Mundial.   Continuação...