Corinthians diz que vai pagar por estruturas temporárias de estádio da abertura da Copa

sexta-feira, 28 de março de 2014 21:40 BRT
 

SÃO PAULO, 28 Mar (Reuters) - O Corinthians vai bancar as estruturas temporárias do estádio de abertura da Copa do Mundo de 2014, após um impasse sobre quem iria pagar pelas instalações, informou nesta sexta-feira o responsável do clube pelas obras da arena.

"O Corinthians tem a responsabilidade e vai pagar", disse Andrés Sanchez, de acordo com sua assessoria de imprensa.

O time paulista e a construtora que realiza a obra, a Odebrecht, vão buscar empresas interessadas em investir nas instalações, que devem custar cerca de 60 milhões de reais.

As instalações temporárias são consideradas fundamentais para o torneio, com estruturas para as áreas de tecnologia, segurança e imprensa, mas em algumas cidades-sede surgiram problemas sobre a responsabilidade de pagamento destes materiais.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, esteve no Brasil nesta semana para tratar do assunto e disse que uma solução sobre o impasse em São Paulo era esperada para esta sexta-feira.

Em Porto Alegre, a questão foi resolvida com a aprovação nesta semana de isenção fiscal de até 25 milhões de reais às empresas que financiarem a instalação de estruturas temporárias no entorno do Beira-Rio, depois que o Internacional, dono do estádio, disse que não pagaria por elas.

(Reportagem de Tatiana Ramil)