Fifa proíbe Barcelona de contratar jogadores por irregularidades com jovens

quarta-feira, 2 de abril de 2014 08:40 BRT
 

BERNA, 2 Abr (Reuters) - O Barcelona foi proibido pela Fifa de contratar jogadores por duas janelas de transferências consecutivas e multado em 450 mil francos suíços (cerca de 510 mil dólares) como punição por descumprir regras na transferência internacional de jogadores menores de 18 anos, informou a Fifa em comunicado nesta quarta-feira.

A federação espanhola (RFEF) foi multada em 500 mil francos suíços por também ter sido considerada culpada pela Fifa de irregularidades nas transferências dos jovens jogadores.

"A RFEF e o FC Barcelona violaram várias disposições relativas à transferência internacional e ao primeiro registro de menores não espanhóis pelo clube", disse a Fifa.

"O Barcelona violou os... regulamentos no caso de dez jogadores menores e cometeu várias outras infrações simultâneas no contexto de outros jogadores", acrescentou a federação.

A Fifa disse que as sanções impostas pelo comitê disciplinar da entidade correspondem a transferências realizadas entre 2009 e 2013.

"O Comitê Disciplinar da Fifa reforçou que leva a proteção de menores de idade no futebol muito a sério", disse a Fifa.

"A Comissão Disciplinar reconheceu que os jogadores de futebol jovens são vulneráveis ​​à exploração e abuso em um país estrangeiro sem os controles adequados. Este fato torna especial a proteção dos menores no futebol por organismos que regem o esporte, especialmente pela Fifa", acrescentou.

(Por Brian Homewood)