Associação Uruguaia de Futebol é suspensa, mas não há risco para Mundial

quinta-feira, 3 de abril de 2014 16:25 BRT
 

MONTEVIDÉU, 3 Abr (Reuters) - A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) foi suspensa pela Confederação Sul-Americana de Futebol, mas a AUF garante que isso não irá afetar a participação de sua seleção na Copa do Mundo no Brasil.

"(A Conmebol) decidiu suspender a AUF provisoriamente de sua associação de membros, decisão que não denigre (o Uruguai) na arena esportiva", declarou a AUF em um comunicado em seu site oficial (www.auf.org.uy).

A AUF não pode participar ou votar em um congresso da Conmebol, ter uma vaga em seu comitê executivo ou no da Fifa nem apresentar candidatos à eleição de quaisquer representantes.

A Conmebol não deu razões para a suspensão, da qual a AUF pode apelar dentro de 72 horas desde que recebeu a notificação, na noite de quarta-feira.

A suspensão atingiu o Uruguai em meio a uma crise na liderança do futebol, que levou o presidente da AUF, Sebastián Bauzá, e a maioria de sua diretoria a se demitir na segunda-feira.

A decisão do governo uruguaio de negar aos dois principais times do país, Nacional e Peñarol, o policiamento nas partidas devido à violência de seus torcedores mais radicais, tomada na semana passada e depois revertida, deu ensejo a reportagens segundo as quais tal interferência no futebol poderia causar a expulsão do Uruguai do Mundial no Brasil.

O Uruguai, semifinalista na Copa de 2010, enfrenta Costa Rica, Inglaterra e Itália no Grupo D do torneio, que acontece entre 12 de junho e 13 de julho.

(Reportagem adicional de Malena Castaldi)