Dynamo Kiev se recusa a jogar em Moscou por crise política

sexta-feira, 4 de abril de 2014 14:37 BRT
 

MOSCOU, 4 Abr (Reuters) - O time ucraniano Dynamo Kiev recusou um convite do Spartak Moscou para disputar um amistoso na abertura oficial de seu novo estádio, a Arena Otkritiye, em julho.

"Decidimos voltar atrás em nosso acordo com o Spartak por causa da situação política atual entre Ucrânia e Rússia", declarou o clube em um comunicado.

"Não achamos que viajar a Moscou seja a coisa certa a fazer".

A Rússia finalizou a anexação da Crimeia, região ucraniana, no mês passado, despertando críticas ao redor do mundo.

O Spartak Moscou e o Dynamo Kiev foram grandes adversários e os times mais bem sucedidos da ex-União Soviética, e tinham combinado a inauguração do novo estádio de 44 mil lugares.

A Arena Otkritiye também irá sediar partidas da Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia.

(Por Dmitry Rogovitskiy)