Inglaterra será andaciosa e correrá riscos no Brasil, diz técnico

sexta-feira, 4 de abril de 2014 18:49 BRT
 

LONDRES, 4 Abr (Reuters) - O técnico da Inglaterra, Roy Hodgson, prometeu ser corajoso, vai correr o risco da derrota e permitir que seus jovens jogadores expressem seu talento na Copa do Mundo no Brasil, em junho.

Sob o comando de seu antecessor, Fabio Capello, a Inglaterra foi pouco produtiva e defensiva no último Mundial, há quatro anos, antes de ser eliminada pela Alemanha nas oitavas de final.

"A forma como vamos jogar no Brasil será uma continuação do caminho que temos tentado jogar no último ano ou mais", disse Hodgson à Rádio Talksport nesta sexta-feira.

"Se você pegar os jogadores de frente que atuaram no último jogo, Raheem Sterling, Daniel Sturridge, Danny Welbeck, e acrescentá-los a pessoas como Wayne Rooney e Steven Gerrard, só para citar cinco jogadores que me vêm à cabeça, eles têm grande capacidade técnica, ritmo e capacidade atlética."

"Vamos ser corajosos e vamos acreditar em nós mesmos e correr risco da derrota", acrescentou.

A Inglaterra está no forte Grupo D do Mundial, junto com Itália, Uruguai e Costa Rica.

(Reportagem de Tony Jimenez)