Leverkusen demite técnico Hyypia após derrota para o Hamburgo

sábado, 5 de abril de 2014 12:33 BRT
 

BERLIM, 5 Abr (Reuters) - O Bayer Leverkusen demitiu o técnico Sami Hyypia neste sábado, um dia após o clube sofrer uma derrota de 2 x 1 do Hamburgo e ficar com uma única vitória em seus nove últimos jogos no Campeonato Alemão.

"Depois de muita reflexão, e por causa da crise em andamento, chegamos à conclusão de que a esta altura uma mudança pode nos ajudar a mudar as coisas urgentemente", disse Michael Schade, diretor-executivo do Leverkusen, em um comunicado.

O técnico de 40 anos e ex-jogador da seleção finlandesa, que assumiu o time alemão em 2012, deve ser substituído até o final da temporada pelo técnico interino Sascha Lewandowski, com quem dividiu as tarefas em sua primeira temporada no Leverkusen.

Lewandowski voltou ao time juvenil montado no início da temporada, deixando o ex-zagueiro do Liverpool sozinho no comando.

O Leverkusen, que chegou à fase eliminatória da Liga dos Campeões na atual campanha, mais uma vez foi um sério candidato a uma vaga na competição da elite europeia durante a primeira metade da temporada.

Mas o time implodiu desde o final do ano passado, e caiu de segundo para quarto faltando cinco rodadas na liga alemã.

Agora o Leverkusen corre o risco de perder essa colocação para o Wolfsburg, que encara o Borussia Dortmund neste sábadoestá um ponto atrás na quinta posição.

O Borussia Mönchengladbach está outros dois pontos abaixo e o Mainz mais um, e os dois maiores adversários do Leverkusen têm um jogo a mais para disputar.

"Foi uma decisão muito difícil, porque Sami fez um ótimo trabalho nos dois últimos anos", declarou Rudi Völler, diretor de esportes do Leverkusen.

"Os desdobramentos dramáticos das últimas semanas, entretanto, não nos deram outra opção além do rompimento. Queremos e precisamos tentar tudo para salvar esta temporada".

(Por Karolos Grohmann)