Domenicali deixa chefia da Ferrari na Fórmula 1

segunda-feira, 14 de abril de 2014 10:10 BRT
 

14 Abr (Reuters) - Stefano Domenicali deixou o cargo de chefe da equipe Ferrari na Fórmula 1 e foi substituído por Marco Mattiacci, informou a escuderia nesta segunda-feira.

A Ferrari, equipe mais antiga e de maior sucesso na F1, teve um início de temporada frustrante em 2014, tendo como melhores resultados dois 4º lugares conseguidos pelo espanhol Fernando Alonso após três corridas.

A Ferrari não conquista o título mundial de pilotos desde a vitória de Kimi Raikkonen em 2007 e, na corrida mais recente, no Bahrein, Alonso foi 9º e o finlandês que voltou à equipe este ano, o 10º.

Mattiacci, atual presidente da Ferrari na América do Norte, vai assumir de imediato o controle total da Gestione Sportiva, unidade de atividades esportivas da montadora que inclui a equipe de Fórmula 1.

"Há momentos particulares em toda a nossa vida profissional em que você precisa de coragem para tomar decisões difíceis e dolorosas", disse Domenicali, que assumiu o cargo de chefe de equipe no lugar de Jean Todt em 2008, em um comunicado da Ferrari.

"É hora de fazer uma mudança importante. Como chefe, eu assumo a responsabilidade --como eu sempre fiz-- pela situação que estamos passando."

Domenicali, que está na Ferrari há 23 anos e passou por vários cargos, disse que tomou a decisão pelo bem do grupo e para ajudar a equipe a voltar para onde deveria estar. Ele agradeceu ao presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, e aos fãs.

Montezemolo agradeceu Domenicali por sua contribuição e pelo "grande senso de responsabilidade que ele demonstrou mesmo hoje, ao colocar os interesses da Ferrari à frente dos seus próprios."

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Chefe de equipe da Ferrari, Stefano Domenicali, durante coletiva de imprensa, em Madonna di Campiglio, Itália. Domenicali deixou o cargo de chefe da equipe Ferrari na Fórmula 1 e foi substituído por Marco Mattiacci, informou a escuderia nesta segunda-feira. 16/01/2013. REUTERS/Max Rossi