Estádio do Maracanã abre portas para ser também um templo matrimonial

quinta-feira, 17 de abril de 2014 20:13 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 17 Abr (Reuters) - Considerado um dos maiores templos do futebol, o estádio do Maracanã pode se tornar também um templo matrimonial. No mesmo local por onde passaram craques como Pelé, Garrincha, Zico e Maradona, poderão desfilar casais em busca da formalização da união num palco diferente.

O estádio, sede da final da Copa do Mundo, receberá no fim deste mês o casamento de dois jornalistas fanáticos por futebol e que trabalham com esporte. Alexandre Araújo e Aline Bordalo frequentam há anos o Maracanã e queriam um lugar familiar e diferente para celebrar o momento especial.

"Ela é aficcionada por futebol; está ali quase toda semana e era uma sonho dela... eu gostei da ideia e vai ser no templo do futebol", disse o noivo, que ouviu o pedido de casamento ao vivo em seu programa de rádio.

"Formalmente, acho que vai ser o primeiro casamento da história (do Maracanã)", completou ele.

A celebração será reservada a um seleto grupo. Os convidados não precisão assistir ao "espetáculo" das arquibancadas. O gramado será preservado para a Copa do Mundo, mas o tapete vermelho será estendido em uma das várias salas do novo Maracanã, um estádio reformado para o Mundial a um custo de quase 1,3 bilhão de reais.

"Será uma cerimônia reservada; 30 convidados para cada um e pode ser uma chance também para o Maracanã mostrar que está aberto a outros tipos de eventos", declarou Araújo.

O Maracanã foi concedido à iniciativa privada no ano passado em meio a um polêmico e contestado processo de concessão. De lá para cá, o consórcio vencedor busca fontes de recursos para aumentar suas receitas e justificar o investimento de mais de 30 anos. Visitas para turistas são realizadas semanalmente e outros eventos acontecem no interior da arena. Segundo a assessoria do Maracanã, o estádio está aberto a qualquer tipo de evento.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)